Além do arresto de R$ 200 milhões das contas de Gustavo Scarpa e Palmeiras, o Fluminense recebeu mais uma boa notícia vinda da Justiça na sua luta para resolver a grave crise financeira pela qual atravessa. Na noite da última segunda-feira, a juíza Fernanda Galliza do Amaral, da 4ª Vara Cível do Rio de Janeiro, aceitou o pedido do clube carioca em receber R$ 1 milhão de forma antecipada por conta da venda do meia Diego Souza do Sport para o São Paulo.

Publicidade
Publicidade

Esse valor é exatamente o que o Rubro-Negro Pernambucano alega ter a obrigação de pagar ao Flu baseado em uma troca de e-mails feita por Marcelo Teixeira, dirigente da base da agremiação das Laranjeiras, com Eduardo Uram, empresário do jogador, no final de 2017. O Tricolor, porém, assegura que tal conversa não pode sobrepor o acordo anterior, no qual, ao ceder o atleta para o time nordestino, em 2016, manteve os 50% dos seus direitos econômicos no caso de uma futura transferência e, como o São Paulo pagou R$ 10 milhões para contratar Diego Souza, cobra o pagamento de R$ 5 milhões.

Publicidade

No último mês de fevereiro, a mesma magistrada da 4ª Vara Cível do Rio havia determinado que o São Paulo depositasse, em juízo, o valor o qual o Fluminense alega ter direito a receber. Desde então, a equipe do Morumbi efetuou três pagamentos, um de R$ 1,6 milhão e dois de R$ 850 mil, restando duas cotas a serem depositados em setembro e novembro.

Lesão de Sornoza gera início de conversas por meia

Outro assunto que agita os bastidores do Fluminense é a procura por reforços.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia PaixãoPorFutebol

Após a lesão de Junior Sornoza no empate de 1 a 1 com o Bahia no último domingo, a necessidade de buscar um meia se tornou mais urgente e, segundo informações de bastidores, a diretoria já teria iniciado conversas para resolver essa pendência.

Dentro dessa linha, dois nomes surgiram como alvos. O primeiro deles é o uruguaio Ignácio González, de 24 anos, do Danúbio-URU. De acordo com o Globoesporte, o atleta teria sido oferecido pelos seus empresários e o Tricolor estaria analisando a possibilidade de investir na sua contratação.

Outro especulado é bem conhecido. Trata-se de Bruno César, apoiador revelado no Santo André, com passagens por Palmeiras e Corinthians e que, no momento, defende o Sporting, de Lisboa. Como de praxe, ninguém da cúpula do futebol do Fluminense fala abertamente sobre o assunto.

Enquanto isso, a solução encontrada foi o retorno de Daniel Simões, o Danielzinho, que estava emprestado ao Oeste-SP. Ele, inclusive, tem chance de ser escalado como titular no compromisso da próxima segunda, às 20h (de Brasília), no Maracanã, diante do Internacional-RS, válido pela 18ª rodada, a penúltima do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo