Após uma passagem apagada pelo Bahia, Kayke realiza exames médicos no Rio e, caso não ocorra qualquer tipo de imprevisto, será jogador do Fluminense. Nesta quarta-feira, em entrevista concedida ao portal Globoesporte, o técnico Marcelo Oliveira não poupou elogios ao futuro centroavante do Tricolor.

"Estamos empenhados em trazer jogadores com criatividade. As referências dele (Kayke) são boas. Tem mobilidade, é inteligente e sai da área também.

Publicidade
Publicidade

Acho que vai nos ajudar", disse o comandante.

A princípio, Kayke vem para ser o reserva imediato de Pedro. No entanto, segundo Marcelo Oliveira, devido ao forte poder aquisitivo dos clubes do exterior, é praticamente impossível que o atual artilheiro do Campeonato Brasileiro com dez gols permaneça nas Laranjeiras por mais uma temporada.

" É algo inevitável. A gente sabe que vai perder. Espero que não seja logo.

Publicidade

A concorrência financeira de fora é alta. Não há culpa de ninguém. Em algum momento, todos ficam satisfeitos, menos a torcida e o técnico. Espero que ele fique até o final do ano. Se ele sair, não será fácil achar um substituto", complementou.

Há cerca de duas semanas, o Fluminense recusou uma oferta oficial do Bordeaux, da França, pelo camisa 9. Além do assédio europeu, Pedro é nome quase certo na convocação de Tite na sexta, visando os dois primeiros amistosos da Seleção Brasileira após a Copa do Mundo de 2018, ambos nos Estados Unidos: dias 07 e 11 de setembro, contra, respectivamente, o escrete da casa e El Salvador.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol Fluminense

Enfatizando o sistema defensivo, Fluminense está pronto para 'decisão' na Sul-Americana

Ainda contando com os gols de Pedro, o Fluminense encerrou, na tarde desta quarta, a sua preparação para o jogo de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana. Na quinta, o clube carioca, no estádio Luis Franzini, em Montevidéu, encara, a partir das 21h45 (de Brasília), o Defensor, do Uruguai.

Em treinamento sem a presença dos jornalistas, realizada na Escola Naval da capital uruguaia, a preocupação ficou em ajustar o sistema defensivo, bastante questionado após a má atuação da última segunda, quando o Tricolor, dentro de casa, amargou uma derrota de 3 a 0 para o Internacional, pelo Campeonato Brasileiro.

Existe, inclusive, a possibilidade de o esquema com três zagueiros, utilizado pelo ex-técnico Abel Braga, volte a ser adotado.

Sem revelar a escalação, Marcelo Oliveira disse que, independente da tática escolhida, o principal é o Fluminense entrar com atitude e não se furtar de buscar o ataque.

"Mesmo que a gente tivesse vencido o Inter, o jogo é passado. Fizemos um treino nesse sentido para jogar com bastante segurança atrás, mas sem abdicar de atacar.

Publicidade

Marcar um gol aqui será importante", disse.

Apesar do mistério, uma certeza. Após sofrer uma entorse no tornozelo esquerdo, o volante Aírton treinou normalmente e está à disposição para a partida.

Por ter feito 2 a 0 no jogo de ida, no Maracanã, o Fluminense avança até perdendo pela diferença de um gol. Caso seja derrotado por dois gols, também precisará balançar as redes. Caso o Defensor devolva o placar do Rio, haverá disputa de pênaltis.

Publicidade

Quem se classificar, enfrenta, nas oitavas-de-final da Sul-Americana, o Deportivo Cuenca, do Equador.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo