A Conmebol marcou para a próxima segunda-feira (27) o julgamento sobre a possível escalação irregular do volante do Santos, Carlos Sánchez, na partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América, contra o Independiente, da Argentina. E para a sua defesa, a diretoria santista contratou o advogado Mário Bittencourt, que ficou famoso ao defender o Fluminense no caso Héverton, que culminou no rebaixamento da Portuguesa no Brasileirão de 2013.

Uma das estratégias da defesa santista será citar o fato de que o jogador do River Plate escalou o jogador Bruno Zuculini nos sete jogos da competição, porém o jogador também estava suspenso, por conta de uma expulsão, em 2013, mas a pena, assim como a de Sánchez, não aparecia no sistema chamado COMET, onde os clubes fazem consulta sobre a situação dos jogadores.

Publicidade
Publicidade

O sistema foi implantado há dois anos e não inclui penas retroativas. No caso de Zuculini, a Conmebol admitiu a culpa e descartou punir o clube argentino.

“O sistema de controle da Conmebol atestava que o atleta tinha condições de jogo”, disseram os dirigentes do Santos. Caso seja punido, o empate em 0 a 0 será revertido em vitória por 3 a 0 do Independiente e na próxima terça, o Santos terá que vencer por quatro gols de diferença para avançar.

Prováveis escalações de Santos e Bahia para o jogo deste sábado

Santos e Bahia abrem neste sábado (25), na Vila Belmiro, a 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Advogado defendeu o Fluminense em 2013
Advogado defendeu o Fluminense em 2013

Próximos na tabela, os times buscam vencer para se afastarem de vez da zona de rebaixamento. O Peixe é o 13ª colocado, com 21 pontos, dois a mais do que o Vitória, primeiro time dentro do Z-4. Já o Tricolor é o 11º colocado, com 22 pontos, mas não vence há duas rodadas.

Buscando deixar um pouco de lado o caso Carlos Sánchez, o alvinegro busca dar sequência à boa fase – são três jogos sem perder – para subir na tabela de classificação. Para esse duelo, o técnico Cuca não poderá contar com Victor Ferraz e Alison, que terão que cumprir suspensão e serão substituídos por Daniel Guedes e Jean Mota.

Publicidade

Os demais jogadores deverão ser os mesmos que já vêm atuando.

O provável time do Santos que começará jogando deverá ter Vanderlei no gol, a defesa formada por Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Dodô. Diego Pituca, Carlos Sánchez, Jean Mota e Rodrygo no meio de campo. Na frente Bruno Henrique e Gabriel.

Bahia com treinador suspenso

No Bahia, o desfalque ficará por conta do técnico Ederson Moreira, que foi expulso na última partida.

Com isso, Luis Fernando Flores comandará o time o time, que pelo menos dentro de campo não terão desfalques. Assim, o time que começará jogando terá Douglas Friedrich no gol, Bruno na lateral direita, Tiago e Lucas Fonseca na zaga, e Léo na lateral esquerda. Gregore, Elton, Vinícius, Zé Rafael e Edgar Junio no meio de campo. Gilberto será o homem de frente.

Leia tudo e assista ao vídeo