O São Paulo Futebol Clube [VIDEO] perdeu para o Clube Atlético Colón [VIDEO], por 1 a 0, na partida de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana. O gol foi de Fritzler a favor dos visitantes.

Com um revés no primeiro encontro da história entre as equipes, o Tricolor terá que buscar a vaga fora de seus domínios, especificamente no Estádio Brigadier General Estanislao López, em Santa Fé, no dia (16), quinta-feira, às 21h30 (horário de Brasília).

Em caso de vitória são-paulina por 1 a 0, assim como foi o placar dos 90 minutos na capital paulista, a partida será decidida nos pênaltis.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal PaixãoPorFutebol

Qualquer outra vitória por um gol de diferença, da São Paulo.

O vencedor irá encarar o Junior Barranquilla na sequência do torneio. Os colombianos garantiram sua presença na próxima fase ao bater o Lanús, nas penalidades, por 3 a 2; após empatar em 1 a 1 no término dos dois compromissos contra a agremiação de Buenos Aires.

Com 35.666 torcedores, o treinador Diego Aguirre optou pela formação habitual, 4-2-3-1, com Jean, Anderson Martins, Reinaldo, Bruno Alves, Militão, Hudson, Bruno Peres, Nenê, Joao Rojas, Everton e Diego Souza. Já o adversário, do técnico Eduardo Domínguez, que veio no mesmo esquema, escalou: Burián Castro, Toledo, Oliveira, Ortiz, Escobar, Fritzler, Estigarribia, Godoy, Ruiz, Heredia e Correa.

O jogo

Quem incomodou a zaga do Colón, aos 16 minutos, foi Everton, aproveitando bola ajeitada por Diego Souza. O ponta bateu, mas errou o alvo. Depois foi a vez de Joao Rojas perder uma chance, em cruzamento de Éder Militão. O equatoriano dominou bem, tirando do defensor e chutou muito alto, aos 28’.

Bruno Peres, tentando explorar uma de suas características, arriscou mesmo distante da área em duas ocasiões: na primeira, aos 32’, a redonda passou perto da trave direita de Burián.

Na segunda, o chute colocado se perdeu pela linha de fundo, aos 36’.

Mesmo com maior volume de jogo, e martelando para chegar ao gol, quem quase balançou as redes foram os visitantes, aos 44’. Alan Ruiz bateu escanteio, Fritzler desviou e Godoy perdeu um lance incrível para guardar o primeiro. Dentro da pequena área, ele mandou por cima. A bola ainda resvalou na trave.

Na etapa final, os times vieram sem alteração do intervalo. Hudson foi quem deu mais trabalho para o sistema defensivo dos visitantes. Aos 3’, o volante fez tabela com Diego Souza e disparou no canto. O chute passou perto. Aos 14’, o camisa 25 dividiu bola com o goleiro, enquanto buscava concluir um passe de cabeça dado por Diego Souza.

Com dez gols pelo Tricolor em 2018, Nenê buscou acertar o ângulo, aos 31’, usando a famosa chapa do seu pé esquerdo, entretanto, o arremate passou perto, mas não entrou.

Cumprindo a máxima antiga, “quem não faz toma”, os são-paulinos sofreram um gol aos 34’. Fritzler soltou um tiro forte de longe, no caminho, houve o desvio em Hudson e a bola parou dentro das redes de Jean, 1 a 0 Colón.

Atrás do marcador, os brasileiros correram até o fim para ao menos igualar o resultado.

Brenner, que havia entrado no lugar de Joao Rojas, aos 42’, ainda foi expulso seis minutos depois, por empurrar um atleta do Colón pelas costas. O árbitro uruguaio, Leodan González, encerrou o espetáculo aos 50’.

A equipe campeã do troféu em 2012 perdeu a segunda no Morumbi nesse ano. Aa primeira havia sido para o Santos, também por 1 a 0, no Campeonato Paulista, ainda sob o comando de Dorival Júnior. Diego Aguirre agora tem 25 jogos pelo São Paulo, com 12 vitórias, sete empates e seis derrotas, essa na Sul-Americana foi a primeira do treinador dentro do Cícero Pompeu de Toledo.

Como mandante, foram 12 atuações, com oito triunfos, três resultados iguais e um revés.

Redirecionando a atenção para o Brasileirão, o Tricolor Paulista enfrentará o Vasco, no domingo (5), às 16 horas, novamente no Estádio do Morumbi. O encontro pode valer a liderança na tabela. Para o clássico com os cariocas, o clube já anunciou um venda antecipada de 30 mil ingressos, expectativa de casa cheia.

O líder Flamengo pega o Grêmio, no sábado, em Porto Alegre, às 19h (ambos os confrontos pelo horário de Brasília).

Substituições

  • São Paulo- Bruno Peres por Shaylon, Reinaldo por Carneiro e Joao Rojas por Brenner.
  • Colón- Alan Ruiz por Bernardi, Javier Correa por Bastía e Heredia por Sandoval.

Cartões amarelos

  • São Paulo- Diego Souza e Hudson.
  • Colón- Ortiz e Javier Correa.

Cartão vermelho

  • São Paulo- Brenner.