O São Paulo Futebol Clube foi até Pernambuco enfrentar o Sport Recife, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro neste domingo, (12), às 16 horas (Brasília), na Ilha do Retiro, e saiu com três pontos na bagagem, ao impor um placar de 3 a 1, frente ao adversário. Diego Souza, Nenê e Tréllez foram os nomes dos gols do Tricolor; Marlone fez o dos donos da casa.

Tendo conquistado mais um importante resultado fora de seus domínios, a equipe paulista manteve-se na liderança atingindo os 38 pontos, um a mais que o Flamengo, segundo colocado, que superou o Cruzeiro por 1 a 0, no Maracanã.

Publicidade
Publicidade

Emplacando o terceiro êxito consecutivo o time do Morumbi confirma a sua ascensão durante o ano e visa terminar o primeiro turno no topo da tabela, para isso terá que ganhar da Chapecoense no domingo, às 19 horas, na capital paulista. No meio do caminho, um compromisso pela Copa Sul-Americana, está agendado, ele decretará se o Tricolor segue na competição continental ou é eliminado.

Quinta-feira (16), o Colón recebe os brasileiros na partida de volta, jogando no Estádio Brigadier General Estanislao Lópes, com a vantagem do empate, devido ao 1 a 0 do confronto inicial.

Tréllez fez outro gol decisivo para o São Paulo e definiu o placar do jogo.
Tréllez fez outro gol decisivo para o São Paulo e definiu o placar do jogo.

No encontro com o Sport Recife, o São Paulo do técnico Diego Aguirre foi a campo no 4-2-3-1, com Sidão, Bruno Peres, Arboleda, Anderson Martins, Reinaldo, Jucilei, Hudson, Nenê, Joao Rojas, Everton e Diego Souza. O Sport do treinador Claudinei Oliveira, veio no 4-3-3, com Magrão, Ernando, Sander, Ronaldo Alves, Claudio Winck, Ferreira, Deivid, Felipe Bastos, Rafael Marques, Gabriel e Carlos Henrique.

Claudinei Oliveira pediu demissão do Sport após a derrota.

Publicidade

Gols do jogo

O centroavante Diego Souza, abriu a contagem com 29 minutos do primeiro tempo, Everton deu linda assistência para que o gol saísse. Já na segunda etapa, Joao Rojas foi quem serviu Nenê, na entrada da área, o meia dominou e bateu rasteiro no canto direito, 2 a 0.

80% dos 30 gols que o São Paulo fez no nacional, contaram com a participação do quarteto formado por Joao Rojas, Everton, Nenê e Diego Souza. Dados coletados do Footstats.

A equipe Rubro-Negra, desconto com Marlone, aos 40’, em cobrança de falta.

A alegria da torcida contagiou os jogadores, que passaram a acreditar na possibilidade do empate, mas Santiago Tréllez, que entrou na vaga do Diego Souza não perdoou mais uma vez.

Aos 44’, o colombiano recebeu um lançamento de Hudson, ele fintou o adversário e bateu em cima do goleiro, no rebote teve calma para tocar por cima e esperar que ela entrasse, 3 a 1...alegria tricolor em Pernambuco. Tréllez saiu do banco para decidir de novo, contra o Vasco ele já havia definido os três pontos e a liderança com uma cabeçada.

O árbitro gaúcho, Anderson Daronco encerrou o espetáculo aos 49’. O Sport ocupa agora a 14ª posição, com 20 pontos.

Publicidade

Substituições

  • São Paulo- Nenê por Shaylon, Diego Souza por Tréllez e Joao Rojas por Everton Felipe.
  • Sport Recife- Ferreira por Rogério, Rafael Marques por Morato e Carlos Henrique por Marlone.

Cartões amarelos

  • São Paulo- Anderson Martins, Arboleda e Bruno Peres.
  • Sport Recife- Deivid.
Leia tudo e assista ao vídeo