Por conta dos resultados dos dois primeiros colocados, a derrota no último domingo (2), para o Ceará no estádio do Maracanã, não causou tanto prejuízo ao Flamengo, que nesta quarta-feira (5), terá um confronto direto pelas primeiras colocações, quando encara o Internacional – vice-líder e quatro pontos à frente – às 21h45, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. Em entrevista coletiva concedida na manhã desta terça-feira (4), no Ninho do Urubu, o técnico Maurício Barbieri disse como a equipe deverá atuar para trazer um resultado positivo do sul do páis.

Publicidade
Publicidade

“Temos que encarar o Inter com máxima seriedade”, iniciou o treinador, afirmando que o time adversário deverá oferecer espaços e que isso tem que ser aproveitado por sua equipe. “É nessa linha que vamos trabalhar”, seguiu Barbieri que ainda apontou que este é mais um jogo crucial na luta pelo título de campeão brasileiro. “Entender esse momento como grande oportunidade de passar um adversário direto na classificação”, seguiu.

Barbieri também falou sobre as chances de gols desperdiçadas pelo ataque rubro-negro.

Publicidade

Para ele, o time deve continuar criando as jogadas, mas é preciso ter mais capricho na hora de finalizar. “Estamos até num bom caminho quanto a isso (criação de oportunidades), mas temos que ser efetivos”, disse.

Sobre o zagueiro Réver e a multa

Outra questão levantada na entrevista coletiva do técnico Barbieri foi com relação à escalação do zagueiro Réver. O jogador pertence ao Internacional e está emprestado do Rubro-Negro e existe uma cláusula contratual que prevê que o time carioca pague multa no valor de um milhão de reais, caso o defensor venha a ser escalado contra o Colorado.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Flamengo PaixãoPorFutebol

Sobre essa questão, o treinador disse que isso é assunto “institucional” e que deve ser decidido pela diretoria do clube.

No primeiro turno, em jogo realizado no dia 6 de maio, o Flamengo usou o jogador contra o Internacional e por conta disso, se escalá-lo novamente, passará a dever 2 milhões ao clube gaúcho. Curiosamente, essa cláusula colocada no acordo que selou a renovação do empréstimo foi colocada quando Rodrigo Caetano, hoje no Colorado, era diretor do Flamengo.

“É, uma questão contratual que está prevista lá (no contrato de renovação). O Réver eles usaram, tem essa pendência realmente”, disse o vice-presidente do Inter Roberto Melo, lembrando que a mesma cláusula foi usada quando houve o empréstimo de Marcelo Cirino por parte do time carioca.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo