De acordo com a informação divulgada pelo UOL Esportes nesta sexta-feira (14), o Fluminense estaria muito próximo de acertar um aditivo ao contrato com o Consórcio Maracanã, no qual a equipe das Laranjeiras pagaria o aluguel do estádio conforme o valor da renda bruta dos jogos disputados por lá, assim como acontece em partidas do Flamengo. Ainda segundo o portal, os últimos detalhes estão sendo tratados e a expectativa é tudo estar assinado até o final deste mês de setembro.

Publicidade
Publicidade

Feito isso, o Fluminense espera alavancar os seus programas de sócio-torcedor, além de utilizar espaços exclusivos para os associados. Em contrapartida, fica obrigado a cumprir um número predeterminado de jogos no Maracanã.

Paralela à negociação com o Fluminense, o Consórcio Maracanã vive um momento de incertezas. Em decisão no último dia 11 de setembro, o juiz Marcelo Alvarenga Leite, da 9ª Vara Pública do Rio de Janeiro, determinou o cancelamento da privatização do estádio, alegando que "o procedimento licitatório, para a seleção da concessionária que administrarão Maracanã e o Maracanãzinho por 35 anos, encontra-se viciado em decorrência de ter sido oferecido acesso privilegiado a informação em favor de apenas um dos licitantes", no caso, a empresa IMX Holding, de propriedade do empresário Eike Batista.

Conmebol define árbitro para jogo contra o Deportivo Cuenca pela Sul-Americana

Após vencer o Botafogo por 1 a 0 no último domingo pelo Campeonato Brasileiro, o Fluminense só voltará ao Maracanã no próximo dia 4 de outubro, quando enfrentará o Deportivo Cuenca, do Equador, no confronto de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Para esse desafio, a Conmebol definiu, no final da noite de quinta, o trio de arbitragem.

Alexis Herrera será o árbitro principal do duelo.

Publicidade

Ele terá como auxiliares Carlos Lopez e Jorge Urrego. Os três fazem parte da Federação Venezuelana de Futebol.

Na quinta que vem, Deportivo Cuenca e Fluminense disputarão a partida de ida no estádio Casablanca, em Quito. Tanto o jogo na capital equatoriana quanto no Rio de Janeiro acontecem a partir das 19h30 (de Brasília).

Vale ressaltar que, nos dias 29 de setembro e 6 de outubro, o Fluminense receberá, nessa ordem, Grêmio e Paraná, ambos pelo Brasileirão.

No entanto, esses compromissos não poderão ser realizados no Maracanã, que estará fechado para reformas no gramado. O Tricolor vem conversando com o Botafogo para poder mandar os dois jogos no Nilton Santos.

Leia tudo