Por intermédio de sua assessoria de comunicação, o Fluminense [VIDEO] informou que a cirurgia de Pedro acontecerá nesta sexta-feira (21), às 15h (horário de Brasília), no Hospital Américas, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. O responsável pelo procedimento será o médico Antônio Vieira, referência em operação de joelho.

Na derrota de 2 a 1 para o Cruzeiro no Mineirão, ocorrida no último dia 25 de agosto, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, Pedro sofreu uma ruptura parcial (estiramento) no ligamento cruzado anterior do joelho direito. A princípio, o departamento médico do Fluminense buscou um tratamento conservador, mas, na segunda passada, divulgou a necessidade da cirurgia.

O prazo de recuperação é de seis meses. Dessa forma, o centroavante e principal destaque do Tricolor em 2018 só deve retornar aos gramados no início de março do ano que vem.

Para tentar suprir a ausência de Pedro, o Flu foi ao mercado e trouxe Kayke [VIDEO], atleta revelado no Flamengo, com passagem por Santos e Futebol japonês e que estava no Bahia. No entanto, o atacante, até o momento, não correspondeu ao investimento. Em quatro jogos, não marcou gols.

Tentando exorcizar fantasma, Fluminense encara o Deportivo Cuenca pela Sul-Americana

Enquanto o assunto Pedro [VIDEO] polariza as atenções fora de campo, dentro das quatro linhas, o Fluminense busca dar um grande passo para continuar sonhando com o inédito título da Copa Sul-Americana. Nesta quinta, às 19h30 (de Brasília), no estádio Casablanca, em Quito, enfrenta o Deportivo Cuenca, do Equador, no jogo de ida das oitavas-de-final da competição.

Para conseguir um bom resultado, já pensando no compromisso de volta, programado para o dia 04 de outubro, também a partir das 19h30 (de Brasília), no Maracanã, a equipe das Laranjeiras necessitará exorcizar um fantasma. No total, o Flu disputou quatro jogos no Casablanca, todos contra a LDU, proprietária do estádio, sem conseguir uma vitória sequer. Foram três derrotas e um empate.

Os duelos mais marcantes aconteceram nas decisões da Taça Libertadores de 2008 e da Sul-Americana de 2009. Em ambos, o Fluminense foi derrotado por 4 a 2 e 5 a 1, respectivamente, placares que acabaram sendo fundamentais para o time carioca perder os dois títulos internacionais.

No ano passado, o Fluminense [VIDEO] também pelas oitavas-de-final da Sul-Americana, foi ao Casablanca e sofreu nova derrota para a LDU, dessa vez por 2 a 1, mas, como havia feito 1 a 0 no jogo de ida, no Maracanã, acabou, dessa vez, eliminando o rival.

O técnico Marcelo Oliveira faz mistério quanto à escalação. Além de Pedro, ele não contará com Gilberto, Dodi, Pablo Dyego, todos com lesões, e Kayke, que não pode ser inscrito por já ter atuado nessa edição da Sul-Americana pelo Bahia.

Em contrapartida, Ayrton Lucas, que não atuou no último domingo contra o Atlético-PR pelo Brasileiro por estar cumprindo suspensão, reassume a lateral-esquerda na vaga de Marlon.

O provável Fluminense para encarar o Deportivo Cuenca é Júlio César, Léo, Gum, Digão e Ayrton Lucas; Richard, Aírton (Matheus Norton ou Matheus Alessandro), Jádson e Sornoza; Everaldo e Kayke.