O Grêmio conversou com o Fluminense sobre a possibilidade de levar a partida entre ambos para quinta-feira, mas a diretoria da agremiação carioca rechaçou tal possibilidade. Sendo assim, o confronto está mantido para o sábado (29), às 16h (de Brasília), no Nilton Santos [VIDEO], na abertura da 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A equipe gaúcha buscou antecipar o clássico tricolor porque, no dia 03 de outubro, enfrentará, na sua Arena, o Atlético Tucumán, da Argentina, no duelo de volta das quartas-de-final da Taça Libertadores da América e, segundo o presidente Romildo Bolzán Júnior, apesar da larga vantagem devido ao triunfo alcançado na ida na casa do adversário (2 a 0), é uma partida de risco e todos os cuidados devem ser tomados para não acontecer qualquer surpresa desagradável.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal PaixãoPorFutebol

Após a vitória de 3 a 2 sobre o Ceará na manhã de domingo, o técnico do Grêmio, Renato Portaluppi, já demonstrava pessimismo sobre qualquer possibilidade de mudança em relação ao Fluminense.

"Tentamos antecipar o jogo contra o Fluminense, mas a CBF negou. A partir de segunda-feira, vamos pensar no que fazer para o sábado", resumiu o comandante.

Enquanto o Grêmio folga, o Fluminense [VIDEO] entra em campo nesta segunda-feira. A partir das 20h (de Brasília), o Tricolor das Laranjeiras, embalado pela vitória de 2 a 0 sobre o Deportivo Cuenca, no Equador, resultado que encaminhou a sua classificação para as quartas-de-final da Copa Sul-Americana, medirá forças contra a Chapecoense, na Arena Condá, no encerramento da 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com seis títulos de Brasileiro na bagagem, Flu e Grêmio protagonizaram momentos históricos no futebol

Responsáveis por seis títulos da história do certame, Fluminense e Grêmio vivem momentos distintos na atual edição do Brasileiro.

Enquanto os cariocas, quatro vezes campeão (1970, 1984, 2010 e 2012), ocupam o modesto 13º lugar com 31 pontos e, por enquanto, buscam se afastar da zona de rebaixamento, os gaúchos, bicampeões em 1981 e 1996, estão em quinto lugar, somando 47 pontos, quatro a menos em relação ao líder do São Paulo.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro, Grêmio e Fluminense se enfrentaram em Porto Alegre e, mesmo tendo maior posse de bola, o time da casa esbarrou no forte sistema defensivo do adversário, que, na ocasião, era dirigido pelo técnico Abel Braga, e o clássico não saiu de um empate de 0 a 0.

Mesmo sem terem disputado finais, os dois rivais fizeram jogos memoráveis nas diversas competições do futebol nacional. Na Copa do Brasil de 2001, por exemplo, o Grêmio, que acabaria levando a taça, eliminou o Flu após vencer por 1 a 0 no antigo estádio Olímpico e segurar o 0 a 0 no Maracanã. Dez anos depois, em uma noite inspirada de Fred, autor de quatro gols, a equipe das Laranjeiras deu o troco e venceu por emocionantes 5 a 4.