Após ser submetido a uma intervenção cirúrgica na sexta passada, Pedro recebeu alta do Hospital Américas, na Barra da Tijuca, no final da tarde de sábado e já está em sua residência. O atacante do Fluminense iniciará o trabalho de fisioterapia na semana que vem e, segundo previsão do departamento médico da equipe das Laranjeiras, ficará novamente à disposição do técnico Marcelo Oliveira somente a partir de março de 2019.

Publicidade
Publicidade

Revelado nas categorias de base do Fluminense, Pedro chamou a atenção do público na campanha que levou o Tricolor ao título do primeiro Campeonato Brasileiro Sub-20, em 2015. No ano seguinte, subiu aos profissionais, mas só se firmou como titular na atual temporada após a saída de Henrique Dourado para o Flamengo. Marcando gols e demonstrando habilidade, logo se tornou o principal jogador do elenco da agremiação verde, branco e grená e, como recompensa, foi convocado por Tite para os dois amistosos da Seleção em setembro nos Estados Unidos contra os donos da casa e El Salvador.

Após se submeter a intervenção cirúrgica, Pedro só volta em 2019 (Foto: Reprodução/Lancepress)
Após se submeter a intervenção cirúrgica, Pedro só volta em 2019 (Foto: Reprodução/Lancepress)

No último dia 25 de agosto, porém, na derrota de 2 a 1 para o Cruzeiro, em partida realizada no Mineirão, o camisa 9 sofreu uma ruptura parcial dos ligamentos do joelho direito e acabou vendo o sonho de vestir a camisa amarelinha sendo adiado, além de não poder mais defender o Flu no restante do Brasileirão, do qual era artilheiro isolado com dez gols, e da Copa Sul-Americana.

Sem Pedro, o Fluminense investiu na contratação de Kayke junto ao Bahia, mas, até o momento, o novo comandante de ataque, em quatro jogos, não marcou gols e pode perder a vaga para Luciano, que, pelo contrário, vem agradando. Outras opções seriam Júnior Dutra e Pablo Dyego.

Publicidade

Time se prepara para encarar a Chapecoense

Neste domingo, o Fluminense encerra a sua preparação para encarar a Chapecoense na segunda, às 20h (de Brasília), na Arena Condá, em Chapecó, no fechamento da 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na parte da manhã, o elenco faz a última atividade da semana no CT do clube do oeste de Santa Catarina.

A tendência é que a escalação seja a mesma da vitória de 2 a 0 sobre o Deportivo Cuenca de quinta, no Equador, no confronto de ida das oitavas-de-final da Sul-Americana com Roger Ibañez formando o trio de zaga ao lado de Gum e Digão e Luciano mantido como centroavante, sendo companheiro de Everaldo.

Com 31 pontos, o Fluminense está na 11ª posição do Brasileiro e, mesmo jogando fora de casa, necessita vencer para não se afastar do G-6, grupo dos classificados para a próxima Taça Libertadores da América.

Leia tudo