O Fluminense teve fôlego para superar a altitude de 2.850 metros de Quito e qualidade para segurar a pressão do Deportivo Cuenca. Na noite desta quinta-feira, no Estádio Csablanca, da LDU, o Tricolor venceu por 2 a 0, gols de Everaldo e Luciano, no jogo de ida das oitavas-de-final da Copa Sul-americana.

Além de encaminhar a vaga na próxima fase da competição, a equipe das Laranjeiras quebrou um incômodo tabu. Foi a primeira vitória da equipe carioca no Casablanca.

Publicidade
Publicidade

Nas quatro vezes anteriores, houve um empate e três derrotas.

O duelo de volta acontece somente no próximo dia 04 de outubro, às 19h30 (de Brasília), no Maracanã. O Fluminense pode até perder por um gol para garantir presença nas quartas-de-final da Sul-Americana. Ao Deportivo, apenas vitórias por três ou mais tentos de diferença. Caso devolva os 2 a 0, levará o confronto para os pênaltis.

Antes, na segunda, às 20h (de Brasília), o Flu volta as suas atenções para o Campeonato Brasileiro, encarando, na Arena Condá, em Chapecó, a Chapecoense.

Com volta de esquema defensivo, Flu segura pressão e é cirúrgico na hora de definir

Sem contar com Pedro, Gilberto, Pablo Dyego e Dodi, lesionados, além de Kayke, que não pode ser inscrito, Marcelo Oliveira decidiu mudar o esquema tático: escalou Ibañez, retomando o sistema 3-5-2, e Luciano como centroavante. Apesar de modificado, o Fluminense, à exceção de uma falha de Digão, que permitiu Rojas invadir a área sem marcação e perder gol, mostrou-se bem armado, soube dosar o esforço para evitar o cansaço provocado pela altitude e não correu riscos.

Publicidade

Aos 22 minutos, depois de receber belo passe de Luciano, Everaldo ganhou na corrida dos zagueiros e, de pé direito, abrindo o placar para o Fluminense. Na sua melhor exibição desde que chegou às Laranjeiras, o ex-atacante do São Bento quase fez o segundo ao tentar encobrir o goleiro Heras. A bola, caprichosamente, bateu no travessão e foi pela linha de fundo.

O Deportivo Cuenca voltou com tudo em busca do empate logo após o intervalo. O Flu contou com a sorte e um erro de arbitragem, que marcou impedimento inexistente de Pita, que chutou, a bola desviou em Gum e enganou o goleiro.

Sosa, em duas oportunidades, cabeceou na trave. por pouco, também não balançou as redes.

Passado o sufoco, o Fluminense controlou as ações e, aos 38 minutos, Ayrton Lucas deu uma bela arrancada pela esquerda e cruzou. Luciano recebeu sem marcação e decretou o resultado definitivo.

FICHA TÉCNICA

DEPORTIVO CUENCA (EQU) 0 X 2 FLUMINENSE

Competição: Copa Sul-Americana - Oitavas-de-final (Jogo de Ida)

Estádio: Estádio Casa Blanca, Quito (EQU)

Data: 20/09/2018 (quinta)

Horário: 19h30

Árbitro: Alexis Herrera, auxiliado por Carlos López e Jorge Urrego, todos da Federação Venezuelana de Futebol

Público e Renda: Não divulgados

Cartões amarelos: Bedoya e Cuero (DEP), Júlio César e Matheus Alessandro (FLU)

Cartões vermelhos: Nenhum

Gols: Everaldo (22'/1ºT) e Luciano (38'/2ºT)

DEPORTIVO CUENCA: Brian Heras; Carabalí, Bedoya, Luca Sosa, Carlos Cuero; Marco Mosquera, Jhon Rodríguez (Valverde), Rojas (Bonfigli) e Emmanuel Martínez (Abel Araujo); Edison Preciado e Jacson Pita.

Publicidade

Técnico: Richard Páez.

FLUMINENSE: Júlio César; Gum, Digão, Ibañez; Léo, Jadson, Sornoza (Marcos Junior), Richard, Ayrton Lucas; Everaldo (Matheus Alessandro) e Luciano (Caio)

Técnico: Marcelo Oliveira.

Leia tudo