Na tarde deste sábado, o Fluminense realizou o seu primeiro treinamento para o compromisso de segunda, às 20h (de Brasília), na Arena Condá, em Chapecó, diante da Chapecoense, válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Enquanto os titulares fizeram uma atividade regenerativa no hotel onde a delegação está concentrada, os reservas foram ao CT do adversário do time carioca para um treinamento tático e de finalizações a gol.

A escalação segue indefinida, mas é bem provável que o técnico Marcelo Oliveira mantenha a equipe da vitória de 2 a 0 sobre o Deportivo Cuenca, em Quito, pelas oitavas-de-final da Copa Sul-Americana.

Sendo assim, Roger Ibañez permanece formando o trio defensivo com Gum e Digão. Além disso, mesmo com a reintegração de Kayke, o ataque continuaria sendo Everaldo e Luciano.

No domingo, pela manhã. o Fluminense [VIDEO], dessa vez com o elenco completo, voltará ao CT da Chapecoense para o último treino da semana. Somando 31 pontos e na 11ª colocação, o Tricolor, mesmo atuando fora de casa, busca vencer para não se distanciar do G-6 do Brasileirão, grupo daqueles que estarão na próxima Taça Libertadores da América.

Para Júlio César, resultado no Equador dará mais ânimo ao Fluminense

Na última quinta, o Fluminense teve uma boa atuação e superou os quase três mil metros de Quito para garantir presença na fase de quartas de final da Copa Sul-Americana. Segundo o goleiro Júlio César, o feito alcançado no meio de semana dará mais ânimo ao clube das Laranjeiras nos próximos desafios.

"Falta regularidade para a gente. Todos falam isso, afinal, queremos e esperamos uma sequência de duas ou três vitórias para subir na tabela. Vencer fora, ainda mais na Sua-Americana, um grande objetivo nosso nesta temporada, dá confiança para chegar aqui e enfrentar a Chape, que vem de duas vitórias e tem um saldo positivo em casa", resumiu o arqueiro.

Titular absoluto desde 2017, Júlio César vem negociando a renovação de seu contrato com o Fluminense. Sem demonstrar aflição, ele confia que irá permanecer nas Laranjeiras.

"A ideia do clube é de contar comigo para o futuro. Completei quatro anos de Fluminense, espero continuar. O que for bom para o clube e para mim será decidido. A minha maior preocupação é com o campo. É o meu melhor ano aqui, ganhei o prêmio de melhor goleiro do Carioca", declarou o goleiro, que também revelou qual a sua principal meta para desejar estender o seu vínculo com a agremiação verde, branco e grená.

"Quero um título, mas temos de continuar trabalhando no dia a dia e demonstrando que merece coisas melhores", - complementou.

Além de Júlio César, o Fluminense [VIDEO] conta, para a função de goleiro, Rodolfo, que brilhou na vitória de 1 a 0 sobre o Botafogo, quando, inclusive, defendeu um pênalti, Marcos Felipe e Marcelo.