Depois de vencer por 2 a 0 na Argentina, o Grêmio assegura a vaga nas semifinais da Taça Libertadores da América até com uma derrota por um gol de diferença para o Atlético Tucuman no confronto do próximo dia 02 de outubro, em Porto Alegre. Mesmo diante da larga vantagem, o time gaúcho não quer se levar pelo comodismo e busca antecipar o jogo que terá contra o Fluminense pelo Campeonato Brasileiro.

A princípio, o choque entre os tricolores está marcado para o sábado que vem, às 16h (de Brasília), no Nilton Santos, mas a ideia gremista é realizar a partida na quinta, às 19h30 (de Brasília), no mesmo local.

"Ainda vamos tentar antecipar o jogo com o Fluminense para quinta-feira. Já tentamos contra o Paraná e não conseguimos. Claro que o Grêmio não é mandante, mas já falei com o presidente do Fluminense.

Estamos aguardando uma resposta. Se ele não concordar, não vamos seguir", disse Romildo Bolzán Júnior, mandatário do Grêmio, em entrevista concedida após a suada vitória de 3 a 2 sobre o Ceará, em casa, na manhã deste domingo.

Treinador do Grêmio, Renato Portaluppi também comentou sobre a possibilidade de o duelo contra o Fluminense ser antecipado. Para ele, seria uma boa alternativa, mas, pelo fato de a equipe das Laranjeiras ter um compromisso na noite de segunda (encara, a partir das 20h (de Brasília), na Arena Condá, em Chapecó, a Chapecoense), não acredita que isso acontecerá.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Grêmio PaixãoPorFutebol

"A partir de segunda-feira, vamos pensar no que fazer para o sábado. Temos a semana livre, mas não adianta nada depois fazer dois jogos em três dias", comentou.

No Brasileirão, Grêmio e Fluminense vivem momentos bem distintos. Enquanto os gaúchos, com 47 pontos, vêm na terceira posição e na disputa pelo título, os cariocas, somando 31 pontos, ocupam um modesto 12º lugar e, na melhor das hipóteses, lutam por uma das seis vagas para a próxima Taça Libertadores da América

No primeiro turno, Flu segurou empate no campo do adversário

No último dia 30 de maio, o Grêmio recebeu o Fluminense na sua Arena pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro e, mesmo tendo maior posse de bola, falhou nas conclusões a gol e acabou ficando no 0 a 0 com o rival.

Naquela ocasião, a equipe do Rio de Janeiro era dirigida por Abel Braga e foi para o Sul tendo um esquema de jogo bem defensivo. Além da tradicional linha de quatro defensiva, o Flu povoou o meio-campo com cinco jogadores, deixando Pedro isolado no ataque. Nessa partida, o camisa 9, que recentemente se submeteu a uma intervenção cirúrgica por conta de uma ruptura parcial dos ligamentos do joelho direito e só volta aos gramados em 2019, sofreu a sua primeira lesão (contratura muscular) e ficou entregue ao departamento médico por duas semanas.

Ao longo da história, ambos se enfrentaram por 80 vezes com 33 vitórias do Grêmio, 25 do Fluminense, além de 22 empates. O Imortal Gaúcho marcou 101 gols e sofreu 87 da agremiação das Laranjeiras.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo