Além de Marquinhos Calazans que, depois de duas intervenções cirúrgicas, participou de um treinamento coletivo, o Fluminense teve outra boa notícia na tarde de terça-feira. Recuperando-se de um estiramento no joelho direito, o centroavante Pedro, principal destaque da equipe na atual temporada, foi a campo e, observado pelos preparadores físicos e membros do departamento de fisiologia, realizou circuitos ao redor do gramado do CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

Publicidade
Publicidade

Apesar da evolução do seu camisa 9, o departamento médico do Fluminense mantém a cautela e ainda vislumbra a possibilidade de submeter o atleta a uma cirurgia. Até o final de semana, haverá um exame definitivo sobre a real situação do artilheiro tricolor, que não entra em campo desde a derrota de 2 a 1 para o Cruzeiro, no Mineirão, em partida acontecida no último dia 02 de agosto, válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Revelado no próprio Fluminense, Pedro conquistou o Brasileiro Sub-20 com a equipe das Laranjeiras e, no ano seguinte, subiu aos profissionais, mas só se firmou como titular no início desse ano após a saída de Henrique Dourado e, depois de uma desconfiança inicial, acabou mostrando o seu faro de artilheiro.

Pedro trabalhou no gramado na terça, mas ainda corre o risco de sofrer cirurgia (Foto: Arquivo/Blasting News)
Pedro trabalhou no gramado na terça, mas ainda corre o risco de sofrer cirurgia (Foto: Arquivo/Blasting News)

Em 40 jogos, marcou 19 gols.

Sem Pedro, Kayke, contratado recentemente junto ao Bahia, acabou sendo o escolhido para comandar o ataque do Fluminense, mas, até o momento, não balançou as redes adversárias. Outras alternativas para a função de centroavante seriam Júnior Dutra, Pablo Dyego e Luciano. O último, porém, vem atuando como meia por opção do técnico Marcelo Oliveira.

Sem poder contar com a torcida na Arena, Fluminense encara o Atlético-PR no domingo

Embalado pela vitória de 1 a 0 sobre o Botafogo no último final de semana, no Maracanã, o Fluminense se prepara para o seu próximo compromisso no Brasileirão.

Publicidade

No domingo, a partir das 16h (de Brasília), vai até a Arena da Baixada e buscará vencer o Atlético-PR. Nesse desafio, além de Pedro, a agremiação carioca terá outra importante ausência. Devido ao projeto piloto “Torcida Única”, implantado pelo Ministério Púbico do Paraná com o objetivo de reduzir a violência entre torcidas, otimizar o efetivo policial e trazer novamente aos estádios torcedores que se afastaram por conta de brigas, os torcedores da equipe das Laranjeiras não poderão entrar no estádio do adversário.

No primeiro turno, em duelo realizado no Maracanã, Fluminense e Atlético-PR se enfrentaram no dia 20 de maio e, com um gol contra de Thiago Heleno e outro de Marcos Júnior, o Tricolor venceu o Furacão pelo placar de 2 a 0.

Somando 31 pontos, o Flu ocupa o nono lugar no Campeonato Brasileiro. Se conseguir mais um resultado positivo, aproxima-se do G-6 do principal certame do futebol nacional, grupo daqueles que estariam na próxima Taça Libertadores da América.

Publicidade

Leia tudo