Ao mesmo tempo em que cresce a interação das pessoas por meio das redes sociais, sejam com amigos, artistas, políticos e instituições, a formalidade é cada vez mais deixada de lado, o que provoca situações como a ocorrida nesta quarta-feira (19), envolvendo uma torcedora do Coritiba e o Paraná Clube.

Vendo o rival em situação muito complicada na Série A do Campeonato Brasileiro, ela decidiu dar uma pequena alfinetada no perfil do tricolor, fazendo alusão ao risco de queda do time para a Série B com seu 13º salário.

Publicidade
Publicidade

“Queria que o 13º terceiro fosse igual ao Paraná Clube. Caísse já em setembro”, postou a garota, que só não esperava que o perfil oficial do clube fosse responder: “E eu queria que a inflação fosse igual a seu time, não subisse”, postou, em referência à campanha do Coxa, que também não tem vivido bons dias na Série B e está longe da briga pelo acesso.

O que era apenas uma troca de provocações virou uma grande discussão, com a participação de outros seguidores, o que acabou rendendo cerca de 200 mensagens e milhares de compartilhamentos. A torcedora do Coritiba chegou a apagar a postagem, mas depois acabou também fazendo compartilhamentos da discussão.

Publicidade

Enquanto isso, na tabela

A queda do Paraná clube não irá acontecer, se acontecer, em setembro, porém o time corre sério risco de cair já no próximo mês. Faltando 13 rodadas para o fim da competição, o Tricolor soma apenas 16 pontos, 12 a menos que a chapecoense, que é o primeiro time fora da zona de rebaixamento. A distância para o Sport, penúltimo colocado, é de oito pontos ganhos e no próximo domingo (23), o time terá outro rival pela frente, quando irá até a Arena da Baixada encarar o Atlético Paranaense.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol Brasileirão

O jogo acontece após o presidente já iniciar uma reformulação na comissão técnica. Foram demitidos o auxiliar de preparador de goleiros Felipe Jorge, o auxiliar técnico Ademir Fesan, o fisioterapeuta Alexandre Leite e o preparador físico Gustavo Araújo. O técnico Claudinei Oliveira segue no cargo, assim como o auxiliar técnico Luciano Gusso e o preparador de goleiros Marco Tedeschi.

O Coritiba, por sua vez, também não vive dias bons dias.

Com 36 pontos em 27 jogos, o Coxa está sete pontos atrás do Atlético Goianiense e do Vila Nova, que dividem a quarta posição, última dentre os times que sobem. O próximo compromisso do time será nesta sexta-feira (21), quando irá até o estádio Rei Pelé encarar o CRB, em jogo que marcará a estreia do técnico Argel Fucks.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo