Na manhã desta terça-feira (18), o Fluminense realizou, no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, o último treino no Rio de Janeiro antes do compromisso de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Na quinta, às 19h30 (de Brasília), no estádio Casablanca, em Quito, o Tricolor encara o Deportivo Cuenca, do Equador. Os titulares ficaram na academia para um trabalho de reforço muscular, enquanto os demais atletas foram a campo e fizeram uma atividade tática em espaço reduzido.

Publicidade
Publicidade

Diante disso, segue o mistério de qual time irá a campo. Após cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo no último domingo pelo Campeonato Brasileiro (derrota de 3 a 1 para o Atlético-PR, em Curitiba), Ayrton Lucas reassume a lateral-esquerda na vaga de Marlon. Em contrapartida, Gilberto ainda se recupera de um edema na coxa e segue sendo substituído por Léo na ala direita. Outro desfalque é Dodi, que sofreu uma lesão muscular. Aírton deve formar a dupla de volantes com Richard.

Vivendo misto de emoções, Flu se prepara para Sul-Americana (Foto: Hector Werlang/Globoesporte)
Vivendo misto de emoções, Flu se prepara para Sul-Americana (Foto: Hector Werlang/Globoesporte)

A lista de ausências é completada por Kayke. Como já atuou pelo Bahia, o centroavante não pode ser inscrito pelo Fluminense na Sul-Americana. Luciano, Pablo Dyego e Júnior Dutra disputam uma vaga ao lado de Everaldo no ataque.

Jogadores estavam tristes por Pedro e irritados com Abad no treinamento

Durante o treinamento, era nítido o abatimento do grupo por conta de Pedro. Em vídeo gravado no Twitter Oficial do clube carioca, Michel Simoni, responsável pela gestão do departamento médico da agremiação verde, branco e grená, confirmou que o jogador, artilheiro e principal jogador da equipe na temporada, precisará ser submetido a uma intervenção cirúrgica e só retornará aos gramados em março de 2019.

Publicidade

No último dia 02 de agosto, na derrota de 2 a 1 para o Cruzeiro, no Mineirão, ele sofreu um estiramento nos ligamentos do joelho direito. Essa contusão provocou, inclusive, o seu corte dos amistosos da Seleção Brasileira nos Estados Unidos contra os donos da casa e El Salvador, acontecidos na semana passada.

Além da tristeza pelo acontecido com Pedro, os jogadores não escondiam a irritação. Na noite de segunda, eles se reuniram com o presidente Pedro Abad e, do mandatário, escutaram que o Fluminense reconhece a existência de salários atrasados e tudo está sendo feito para haver uma regularização.

No entanto, não foi estipulado prazo para tal pendência ser saneada, fato que gerou o elenco a tomar a iniciativa de só voltar a se reunir com o dirigente quanto tiver algo mais concreto.

Nesse misto de incerteza, indignação e abalo emocional, o Fluminense embarcou para Quito no início da tarde. A chega a Quito acontece na parte da noite. Na quarta, haverá o treino de reconhecimento do estádio Casablanca.

No dia 04 de outubro, também às 19h30 (de Brasília), Fluminense e Deportivo Cuenca disputam a partida de volta no Maracanã.

Publicidade

Quem avançar, enfrenta, nas quartas de final da Sul-Americana, o vencedor de San Lorenzo (Argentina) e Nacional (Uruguai)

Leia tudo e assista ao vídeo