Nesta segunda, a partir das 20h (de Brasília), o Fluminense enfrenta, no Maracanã, o Paraná pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro e, se vencer, ficará mais perto do G-6, grupos dos que estarão na próxima Taça Libertadores da América, mas não contará com uma importante peça.

Publicidade
Publicidade

Convocado para a seleção de seu país, visando dois amistosos Data-Fifa nos próximos dias 12 e 16 de outubro, o meia equatoriano Junior Sornoza sequer foi relacionado por Marcelo Oliveira. Ele também não estará em campo no Fla-Flu de sábado que vem, também no Maracanã.

Outra ausência, essa por opção do treinador, será a do compatriota de Sornoza, Bryan Cabezas. Contratado junto à Atalanta, da Itália, o meia-atacante tinha, finalmente, a sua estreia praticamente confirmada, mas, de última hora, acabou, mais uma vez, sendo sacado do grupo.

Convocado para a seleção do Equador, Junior Sornoza não participa de dois próximos jogos do Flu (Foto: Lancepress)
Convocado para a seleção do Equador, Junior Sornoza não participa de dois próximos jogos do Flu (Foto: Lancepress)

Em contrapartida, o lateral-direito Léo, de forma surpreendente, recuperou-se de uma fisgada na coxa e fica à disposição do técnico Marcelo Oliveira. Caso ele não atuasse, Matheus Norton deveria ser improvisado, uma vez que Gilberto segue em tratamento de um edema ósseo e ainda não tem previsão de retorno aos gramados.

A grande novidade fica por conta de Marquinhos Calazans, que retorna após mais de um ano afastado. No dia 05 de agosto de 2017, ele rompeu os ligamentos do joelho direito ainda no primeiro tempo da vitória de 3 a 1 sobre o Atlético-GO, no Maracanã, em partida do turno daquele Brasileiro, e precisou ser operado.

Publicidade

Quando estava perto de voltar, no último mês de dezembro, acabou sendo vítima de agressão por parte de membros de uma torcida organizada do Flamengo e necessitou passar por nova intervenção cirúrgica.

Diante de tudo isso, a tendência é que o Fluminense entre em campo com Júlio César; Digão, Gum e Ibañez; Léo, Richard, Jádson, Luciano e Ayrton Lucas; Everaldo e Kayke.

Somando 34 pontos, o Fluminense ocupa, no momento, o 11º lugar no Brasileirão.

Diretoria aguarda mais um bom público no Maracanã

Na última quinta-feira, pouco menos de 40 mil torcedores foram ao Maracanã e empurraram o Fluminense para arrancar uma vaga nas quartas-de-final da Copa Sul-Americana.

Essa boa presença da torcida animou e a diretoria espera que o mesmo aconteça no duelo contra o Paraná.

A expectativa, porém, não é a repetição do ocorrido na vitória de 2 a 0 sobre o Deportivo Cuenca, do Equador. Nos bastidores das Laranjeiras, fala-se em um público entre 20 a 25 mil pagantes como ideal. De acordo com o técnico Marcelo Oliveira, o apoio da torcida é essencial nessa reta final da temporada.

"Nas conquistas que tivemos ao longo dessa trajetória, ter o torcedor apoiando é fundamental.

Publicidade

O Maracanã lotado ajuda muito, esse apoio motiva demais, precisamos disso para chegar no fim do ano com uma conquista", resumiu Oliveira.

Leia tudo