Debaixo de um forte calor, o Fluminense realizou, na tarde desta terça-feira, mais uma atividade no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, pensando no confronto de quinta, às 19h30 (de Brasília), no Maracanã, diante do Deportivo Cuenca, do Equador, o segundo entre ambos pelas oitavas de final da Copa Sul-americana.

Ao longo de mais de duas horas, o técnico Marcelo Oliveira dirigiu um trabalho tático dividido em duas partes.

Publicidade
Publicidade

Após focar a posse de bola, os jogadores se enfrentaram em dois terços do campo, simulando situações de ataque e defesa, além de contra-ataque e lances de bola parada.

Enquanto isso, fora de campo, a diretoria, vendo a grande movimentação da torcida para adquirir ingressos tanto nos postos físicos de venda quanto na Internet, resolveu abrir mais um setor do Maracanã, dessa vez, o Oeste Inferior. Até o último boletim divulgado, mais de 25 mil bilhetes já haviam comprados e a expectativa é pela presença de um público entre 40 a 50 mil pagantes.

Publicidade

O elenco Tricolor finaliza a sua preparação na tarde de quarta novamente no CT Pedro Antônio. Como na ida, em Quito, venceu por 2 a 0, gols de Everaldo e Luciano, um em cada tempo, o Fluminense tem enorme vantagem sobre o Deportivo Cuenca, uma vez que se classifica até com um derrota pela diferença mínima. Para o time equatoriano, somente vitórias por dois gols de 3 a 1 em diante e por três ou mais gols de diferença.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol Fluminense

Para Léo, apesar das dificuldades, Flu é um dos candidatos ao título da Sul-Americana

Em sua sétima participação, o Fluminense ainda busca o título da Copa Sul-Americana. O seu melhor resultado veio na temporada de 2009, quando chegou à final, mas acabou perdendo o título para a LDU de Quito, curiosamente a sua algoz na decisão da Taça Libertadores do ano anterior. Escolhido para conversar com os jornalistas, o lateral-direito Léo acredita que mesmo diante das dificuldades naturais da competição, seja possível levantar a taça após o encerramento dela.

"É um torneio complicado. Várias fases, altitude etc. Mas Flu é time grande, está acostumado a jogar Libertadores, Sul-Americana. Temos que estar sempre focados para conseguir títulos. Vamos brigar para buscar o título da Sul-Americana e estar na Libertadores 2019", resumiu.

Na atual edição da Sul-Americana, o Fluminense despachou, inicialmente, o Nacional Potosi, da Bolívia com uma vitória de 3 a 0 no Rio e uma derrota de 2 a 0 na casa do adversário.

Publicidade

Na segunda fase, a missão foi mais tranquila. Com triunfos de 2 a 0 no Maracanã e 1 a 0 em Montevidéu, a agremiação das Laranjeiras eliminou o Defensor, do Uruguai.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo