Focado no jogo de volta da Copa Sul-Americana na próxima quarta, em Montevidéu, contra o Nacional, do Uruguai, o Fluminense usará o time reserva contra o Santos no sábado, às 16h30 (de Brasília), em confronto válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Além do carinho natural, os tricolores podem ter um outro bom motivo para acompanhar a equipe das Laranjeiras no final de semana, já que o atacante Marcos Paulo, destaque do Sub-17 e considerada uma das grandes promessas reveladas no centro de treinamento de Xerém, localidade da região metropolitana do Rio de Janeiro, deve iniciar como titular, formando um trio ofensivo ao lado de Matheus Alessandro e Marcos Júnior.

Publicidade
Publicidade

Além de Marcos Paulo, o Flu seguiu para a Baixada Santista com mais quatro atletas da base: o zagueiro Alex, os volantes Caio e Zé Ricardo e o meia Gabriel Capixaba. Os quatro, porém, vão ficar como opção no banco.

Com presença assegurada, o goleiro Rodolfo espera corresponder na sua primeira oportunidade como titular no atual Brasileirão.

"Vou dar minha força máxima. Para mim é uma oportunidade de mostrar meu trabalho e vou agarrar ela com unhas e dentes.

Publicidade

É a oportunidade que eu estou tendo", disse o arqueiro, que entrou no intervalo do clássico contra o Botafogo no Maracanã e, na ocasião, defendeu um pênalti batido por Rodrigo Lindoso, assegurando a vitória de 1 a 0.

Quem permaneceu no Rio irá trabalhar no sábado e no domingo. Na segunda, pela manhã, acontece o embarque para Montevidéu. No Campeonato Brasileiro, o Flu soma 40 pontos e, se vencer, pode se aproximar do G-6, grupo dos classificados para a próxima Taça Libertadores.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Santos PaixãoPorFutebol

Na Copa Sul-Americana, após empatar de 1 a 1 no Rio, o Tricolor necessitará vencer ou empatar por, pelo menos, 2 a 2 para avançar até as semifinais do torneio.

Clube formaliza propostas de renovações de contrato

Enquanto o grupo trabalha dentro de campo, fora dele, segue o planejamento para 2019 e, nesta sexta-feira, a diretoria tenta definir a situação dos jogadores cujos contratos terminam no fim deste ano: os goleiros Júlio César, Rodolfo e Guillermo De Amores, os zagueiros Gum e Digão, os laterais-direitos Gilberto e Léo, o lateral-esquerdo Marlon, os volantes Airton e Dodi, além dos atacantes Marcos Júnior, Kayke e Júnior Dutra.

Desses, o trio ofensivo, Gum e Marlon têm as situações mais difíceis e correm o risco de não permanecerem. Em entrevista concedida ao portal Lancenet, o presidente do Fluminense, Pedro Abad, confirmou as negociações e acredita que tudo será resolvido antes do encerramento da atual temporada.

" Fizemos ofertas de renovação para todos eles, de acordo com interesses e possibilidades do clube e do atleta também.

Publicidade

Essas conversas estão em andamento. Paulo (Angioni, diretor-executivo de futebol) está levando as negociações", explicou o mandatário.

Reforços também estão na pauta. Nomes como os do volante Lucas Mineiro, emprestado para a Ponte Preta, mas com direitos pertencentes à Chapecoense, do goleiro João Ricardo e do lateral-direito Aderlan, ambos do América-MG, e do meia Alejandro Guerra, do Palmeiras, são especulados nas Laranjeiras.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo