Manchester United e Chelsea protagonizaram neste sábado (20), em Stanford Bridge, na abertura da nona rodada da Premier League, um duelo que teve um pouco de tudo do que se espera de um grande clássico: virada, gol nos acréscimos e uma pitada de confusão. Pior para os donos da casa, que ainda neste final de semana podem ver Liverpool e Manchester City abrirem vantagem na liderança. O United, por sua vez, vai a 14 pontos e está em uma discreta oitava posição.

Publicidade
Publicidade

O jogo começou bastante movimentado e foram os donos da casa que abriram o placar aos 20 minutos de bola rolando. Após cobrança de escanteio do brasileiro Willian, Rüdiger, que conseguiu se livrar da marcação de Pogba e estufar as redes do United, teve uma atuação abaixo da média, com apenas uma finalização.

Na etapa complementar a história mudou e logo aos nove minutos Martial deixou tudo igual.

Publicidade

A jogada que originou o gol começou com boa finalização de Mata e excelente defesa do goleiro Kepa. Depois, a bola ficou perdida na área, Martial conseguiu dominar e mandar para as redes dos Blues.

E o mesmo Martial tratou de virar o marcador aos 27 minutos. Mata ganhou de David Luiz e tocou para Rashford, que acionou Martial. O francês dominou e chuta no cantinho de Kepa para decretar a virada dos Diabos Vermelhos em Stamford Bridge.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol

Empate e confusão

Quando tudo caminhava para que o Manchester conquistasse uma importante vitória na casa de um dos líderes do campeonato, o Chelsea achou seu gol de empate aos 49 minutos. Após bola alçada na área, David Luiz cabeceou na trave, Rüdiger tentou pegar o rebote, mas foi Barkley quem conseguiu empurrar para as redes, decretando o 2 a 2 no placar.

O gol de empate provocou a fúria do técnico José Mourinho, que não gostou nada das provocações feitas por membros da comissão técnica do time adversário.

O português partiu para a briga e precisou ser contido por seguranças e jogadores reservas. Na saída para os vestiários ele ainda fez com os dedos o sinal de “três” para os torcedores locais, em alusão ao número de títulos que conquistou quando dirigia o Chelsea.

Os times voltam a campo no próximo domingo (27), quando o Burnley será o adversário do Chelsea e Manchester receberá a vista o Everton.

Publicidade

Antes, os Diabos Vermelhos terão uma parada dura no meio de semana, quando recebem a Juventus pela Liga dos Campeões. O Chelsea terá compromisso pela Liga Europa contra o BATE, também em seus domínios.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo