O Nacional ainda não havia levado gol atuando no estádio Parque Central, em Montevidéu, na atual edição da Copa Sul-americana, mas o Fluminense é o time de guerreiros e, mais uma vez, conseguiu um histórico resultado ao derrotar os uruguaios na casa deles por 1 a 0 na noite desta quarta-feira.

Com esse resultado, o Tricolor avançou para as semifinais do torneio continental e, agora, fica esperando o seu adversário, que sairá do confronto entre Atlético-PR e Bahia,

No sábado, o desafio da equipe das Laranjeiras será pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partir, das 17h (de Brasília), terá, no Maracanã, o clássico carioca contra o Vasco.

Mesmo com domínio, gol só veio no segundo tempo

No primeiro tempo, o Fluminense, que tinha a obrigação de vencer após o empate de 1 a 1 no jogo de ida, no Nilton Santos, não se importou com a pressão dos mais de 32 mil torcedores presentes ao Parque Central e tinha o domínio da posse de bola. No entanto, pecava na contundência ofensiva e praticamente não criou uma oportunidade clara.

A melhor chance só veio aos 38 minutos.

Depois de bela jogada pela esquerda, Ayrton Lucas entrou livre na área, mas chutou fraco, facilitando a defesa do goleiro Conde. Três minutos depois, Luciano recebeu na entrada da área e tentou colocar no ângulo. A bola, porém, saiu pela linha de fundo.

Na segunda etapa, o Flu voltou com mais vontade e quase abriu o placar logo no primeiro minuto, quando Ayrton Lucas deu uma bela arrancada pelo lado esquerdo e tocou para trás.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol Fluminense

Luciano dominou e tentou encobrir Conde, mas errou o alvo.

Dois minutos depois, o arqueiro uruguaio resolveu contribuir ao sair jogando errado. Esperto, Sornoza dominou e tocou para Luciano. Com muita tranquilidade, o atacante dominou, passou por Conde e, de pé esquerdo, rolou para o fundo das redes.

Vendo a classificação escapar de suas mãos, o Nacional se lançou desordenadamente ao ataque. Foi o momento em que a defesa do Fluminense mostrou organização e impediu qualquer ameaça à meta de Júlio César.

O desespero uruguaio proporcionou espaços aos contra-ataques e, aos 42 minutos, Matheus Alessandro, que havia entrado na vaga de Luciano, aproveitou um vacilo de um zagueiro do Nacional e entrou livre na área, mas, na hora de concluir, mandou a bola rente ao poste esquerdo de Conde. Após o apito final, muita comemoração e emoção. O sonho da Copa Sul-Americana permanece firme nas Laranjeiras.

FICHA TÉCNICA

NACIONAL (URU) 0 X 1 FLUMINENSE

COMPETIÇÃO: Copa Sul-Americana - Quartas-de-final (Jogo de Volta)

LOCAL: Gran Parque Central, Montevidéu (URU)

ÁRBITRO: Roberto Tobar (CHI)

GOL: Luciano (3'/2ºT)

RENDA E PUBLICO: Não divulgados

NACIONAL (URU): Conde; Fucile (Viudez), Garcia, Rolín, Espino; Romero, Oliva (Aguiar), Zunino, De Pena (Sebastián Fernández); Bergessio, Castro

Técnico: Medina

FLUMINENSE: Júlio César; Gum, Digão, Ibañez; Jádson, Richard, Airton (Paulo Ricardo), Sornoza, Ayrton Lucas; Everaldo (Junior Dutra), Luciano (Matheus Alessandro)

Técnico: Marcelo Oliveira

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo