Aos poucos, o quadro político do Fluminense vai tomando o seu rumo, visando às eleições para a presidência do clube no final do ano que vem. Depois de o jornalista Léo Burlá cravar o nome de Pedro Antônio como o candidato da situação pela manhã, na noite desta quarta-feira, Celso Barros, através de sua conta pessoal no Facebook, praticamente confirmou que será o nome forte da oposição tricolor para entrar na vaga atualmente ocupada por Pedro Abad.

"Sempre afirmei durante a campanha eleitoral, que independente do resultado das eleições gerais, não iria abdicar jamais de participar das eleições do Fluminense. Gostaria, portanto de reafirmar que todos os compromissos que assumi em relação ao FLU estão mantidos.

Estaremos novamente juntos em 2019. Saudações Tricolores.”, escreveu Barros, que, recentemente, fracassou na tentativa de se eleger como deputado federal.

Segundo informações de bastidores, o ex-gestor da Unimed, empresa médica que patrocinou o Fluminense [VIDEO] de 1999 a 2014, ajudando o clube a obter três títulos de Campeonato Carioca (2002, 2005 e 2012), um de Copa do Brasil (2007) e de dois Campeonatos Brasileiros (2010 e 2012), além de campanhas memoráveis na Taça Libertadores de 2008 e da Copa Sul-Americana de 2009, quando chegou nas finais das duas competições, mas acabou ficando com o vice de ambas, perdendo para o mesmo adversário, a LDU de Quito, já vem se encontrando com conselheiros ilustres para formar a chapa. Ele deverá ter o apoio de 200 contribuintes efetivos ou sócio-proprietários para ter direito a participar do pleito.

Com Celso Barros, estarão juntos Mário Bittencourt, Ricardo Tenório, Alcides Antunes e Tote Menezes, todos ex-vices de Futebol. Bittencourt também se destacou como advogado do clube das Laranjeiras. Outra figura de destaque da oposição é Roberto Horcades, último presidente antes da chegada da Flusócio, grupo o qual fazem parte o atual mandatário, Pedro Abad, assim como o seu antecessor, Peter Siemsen.

Dentro das quatro linhas, Calazans fala sobre a sua expectativa para o Fla-Flu

Buscando se manter alheio aos agitados bastidores, o elenco do futebol profissional do Fluminense [VIDEO] segue a sua preparação para a 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. No sábado, às 17h (de Brasília), o desafio do Tricolor será o clássico contra o Flamengo. Em entrevista concedida antes do treino realizado no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, Marquinhos Calazans falou sobre o que espera do duelo diante do rival.

"Todo o jogo é importante. Quando tem clássico, tem aquele gosto especial. É a maior rivalidade do estado. Então, a vontade de ganhar é maior.", disse o meia-atacante que retornou após um ano afastado se recuperando de uma intervenção cirúrgica.

Na quinta, o Fluminense retorna ao CT Pedro Antônio para mais um treinamento. Com 37 pontos, a equipe das Laranjeiras ocupa o oitavo lugar no Brasileirão e, se vencer, fica mais perto do grupo dos seis que estarão na próxima Libertadores.