Com um jejum de seis jogos sem vencer uma partida sequer, São Paulo enfrentou nesta sexta-feira (26), o Vitória, no Barradão, pela 32ª rodada válida pelo Campeonato Brasileiro. O São Paulo, que fez um bom primeiro turno terminando em primeiro com folga, viu o rival Palmeiras passar na frente e assumir a liderança do campeonato.

O fim do jejum de seis jogos sem vencer alivia a pressão do time, já que a torcida queria resposta sobre o mau rendimento nos últimos jogos.

Publicidade
Publicidade

São Paulo, que dominou o primeiro tempo da partida, abriu o placar do jogo com o zagueiro Bruno Alves já nos 36 minutos do primeiro tempo. Com a missão de se classificar para a Copa Libertadores, o São Paulo ainda ocupa a quarta posição da tabela com apenas 4 pontos do quinto colocado Grêmio, e segue esperançoso para alcançar o primeiro lugar da tabela que é do líder Palmeiras com 56 pontos.

O São Paulo começou bem no primeiro tempo e encontrou várias oportunidades na defesa do Vitória que se encontrava muito aberta, mas não aproveitou as possíveis chances.

São Paulo vence Vitória e quebra jejum de 6 jogos sem vencer
São Paulo vence Vitória e quebra jejum de 6 jogos sem vencer

Com os jogadores Rojas e Reinaldo aberto pelos lados e Diego Souza mais centralizado, o time teve grandes oportunidades, mas foram paradas pelo goleiro Rubro-Negro que se encontrava ligado no jogo.

O Vitória começou a dar trabalho após os 20 minutos de jogo com Lucas Fernandes ex-jogador do São Paulo, mas não conseguiu evitar o gol que teve a assistência do Rojas, que encontrou Bruno Alves livre na área e chutou forte, Ronaldo até tentou desviar, mas a bola entrou mesmo assim.

Publicidade

Já no segundo tempo, logo que voltou do vestiário, o Vitória teve grande dificuldade para furar o bloqueio rival, principalmente Arboleda que fez uma ótima partida. Rojas quase marcou um golaço, mas a bola passou ao lado da trave levando perigo ao goleiro Rubro-Negro. Após 30 minutos de jogo do segundo tempo, o Vitória voltou a crescer no jogo com grandes lances com Maurício Cordeiro e Léo Ceará, mas parou no goleiro Jean. Wallyson também quase marcou um gol de falta, mas a bola passou ao de fora do gol.

Rojas precisou ser substituído no segundo tempo com possível ruptura do tendão patelar do joelho direito - ele se machucou após fazer boa jogada, mas caiu em cima da própria perna e pode virar possível desfalque nos próximos jogos.

Fim de jogo turbulento

Logo após o fim do jogo, o goleiro Jean se envolveu em confusão com os jogadores do Vitória, por fazer gesto para a torcida como quem quis dizer ''quem manda aqui sou eu". Logo após, Jeferson foi tirar satisfação e Jean foi expulso e não atuará contra o Flamengo no próximo domingo.

Publicidade

Já o Vitória pega o Paraná e se encontra na zona da degola.

Leia tudo e assista ao vídeo