O Futsal de Santa Catarina está de luto. Depois de ficar uma semana internado após bater a cabeça durante um treinamento, o jogador do Lajes Futsal, Diego Gomes do Santos, o Dieguinho, de 25 anos, morreu no Hospital [VIDEO]Nossa Senhora dos Prazeres na manhã, desta terça-feira (16).

De acordo com informações passadas pela Prefeitura de Lajes, durante uma atividade, no último dia 10, o atleta caiu na quadra sozinho, bateu a cabeça, o que ocasionou um traumatismo craniano encefálico e fratura na mandíbula. A queda ocorreu após ele tentar um domínio de bola, o que o fez se desequilibrar e cair de cabeça no chão. Ele chegou a sagrar pelo ouvido.

Os médicos conseguiram ainda estabilizar o atleta, porém, em razão da gravidade dos ferimentos, o atleta veio a falecer.

A equipe do Lajes Futsal se preparava para o primeiro duelo das quartas de final da Liga Catarinense de Futsal [VIDEO], diante da equipe do Saudade, no Ginásio Ivo Silveira. Ainda na semana do acidente, a partida foi cancelada e por enquanto não existe uma data para ela ser disputada. Dieguinho, que antes de atuar no futsal catarinense jogou em equipes do Rio Grande do Sul, era casado e deixa dois filhos.

O Lajes Futsal usou as redes sociais para emitir nota de pesar e lamentar o falecimento de seu atleta. Outras equipes do estado também se solidarizaram com a perda prematura do jogador, assim como diversos torcedores que foram até as redes sociais do clube desejar força aos familiares do atleta.

Em Portugal, jogador viu mãe falecer nas arquibancadas

Em Portugal, um jogador presenciou de dentro da quadra a morte de sua mãe, que acompanhava a partida das arquibancadas. O fato aconteceu no último sábado (13), na partida entre entre Vialonga e Olho Marinho, válida por uma das divisões inferiores do campeonato nacional.

Fábio, que é goleiro do Vialonga, disputava a partida quando sua mãe começou a passar mal nas arquibancadas e caiu desacordada. A partida foi interrompida para que uma equipe médica prestasse assistência para a mulher de 49 anos, que foi encaminhada para um hospital, onde veio a falecer. De acordo com informações passadas pelo Corpo de Bombeiros, a mãe do jogador sofreu uma embolia pulmonar.

Nas redes sociais, diversos times prestaram solidariedade ao jogador. Ainda restavam 11 minutos para serem jogados e o Olho Marinho vencia por 4 a 3. Ainda não existe uma data para que a partida tenha prosseguimento.