Para celebrar os 20 anos da parceira com a fornecedora de material esportivo Nike, o Barcelona usará no próximo ano o que promete ser a camisa mais polêmica de todos os tempos. O modelo nada mais é do que uma mescla de todos os modelos das camisas titulares usadas nas duas últimas décadas.

O fã do clube catalão mais conservador, no entanto, poderá ficar tranquilo. O modelo não será usado pelos jogadores e será comercializado apenas para torcedores. Ou seja, nada de Messi comemorando gols com esse modelo inusitado.

Publicidade

No entanto, a camisa que deve ser a oficial de jogo também deverá causar impacto.

O modelo que vazou algumas semanas atrás mostrou que o time deverá jogar com um uniforme quadriculado, semelhante ao da seleção da Croácia, que também é confeccionado pela empresa norte-americana. Apesar de ser de “melhor gosto” que a camisa “colcha de retalhos” aprovada pelo clube, a camisa “croata” também causou polêmica nas redes sociais entre torcedores.

Em 2014, quando se despediu do Arsenal, a Nike desenvolveu um modelo semelhante, mas com “pedaços” de camisas alternativas do clube de Londres.

Em maio de 2016, o Barcelona acertou a renovação do contrato com a Nike por mais dez temporadas, além das duas que ainda tinha em vigência, no que foi o maior contrato de patrocínio entre um clube e uma fornecedora de material esportivo da história.

Publicidade

Por temporada, o time catalão poderá receber até 155 milhões de euros, mais 400 milhões de reais.

Também em 2016, o Barcelona havia fechado contrato de patrocínio com a empresa japonesa de comércio eletrônico Rakuten. Pelo acordo, válido até a metade de 2021, o clube receberá 55 milhões de euros – mais de 200 milhões de reais – por temporada. Na época, o valor se igualava ao que o Yokohama Tyres paga ao Chelsea e só fica atrás do contrato da Chevrolet com o Manchester United. A montadora de automóveis paga 75 milhões de euros por temporada aos Diabos Vermelhos.

Croata sofre lesão e desfalca time por tempo indeterminado

A famigerada Data FIFA renderá uma bela dor de cabeça ao Barcelona por tempo indeterminado. O meia croata Ivan Rakitic sofreu uma lesão no tendão da perna direita, durante a vitória da Croácia por 3 a 2 sobre a Espanha pelo torneio das nações. De acordo com o clube catalão, o tempo de recuperação do jogador ainda é indeterminado. A comissão técnica do clube tem esperança de contar com o jogador na partida do dia 28 deste mês, contra o PSV, pela UEFA Champions League.

Publicidade