Disputada todos os anos, a Copa do Mundo de F3 teve neste domingo (18) um dos acidentes mais impressionantes do automobilismo dos últimos anos, quando o carro da piloto alemã Sophia Floersch decolou após bater em outro competidor e voou violentamente por cima do alambrado, batendo em um camarote onde estavam fotógrafos. Por sorte, essa estrutura acabou amortecendo o impacto do monoposto, que bateu de traseira.

De acordo com um comunicado emitido pela organização da corrida nas redes sociais, Sophia e o japonês Sho Tsuboi, piloto do carro atingido pela alemã, foram levados para um hospital e passam bem, assim como um fiscal de pista e dois fotógrafos, que estavam feridos, mas sem riscos de morte.

Publicidade
Publicidade

Mais tarde, a equipe Van Amersfoort Racing, a qual compete Sophia, informou que ela estava bem, mas que sofreu uma fratura espinhal. A própria piloto fez uso das redes sociais para tranquilizar os fãs e dizer que estava bem.

Já o piloto Sho Tsuboi foi internado com dor lombar e foi submetido a mais exames. O fiscal Chan Cha In teve uma fratura na mandíbula, além de uma laceração do rosto e abrasão da parede do abdome superior. Fotógrafo, Hiroyuki Minami teve uma concussão, enquanto que o outro fotografo, Chan Weng Wang sofreu uma laceração do fígado.

Carro ultrapassou o alambrado e atingiu área de fotógrafos.
Carro ultrapassou o alambrado e atingiu área de fotógrafos.

Imagens impressionam

Várias imagens feitas por pessoas nas arquibancadas revelaram a violência do acidente ocorrido na terceira volta. Os competidores se aproximavam de uma curva, já em velocidade reduzida, quando, de repente, surge o carro de Sophia, sem qualquer controle aparente. O monoposto acerta o japonês Sho Tsuboi, ganha altura, ultrapassa o alambrado e atinge, de traseira, a área reservada aos fotógrafos.

O impacto é amortecido pela estrutura, a parte dianteira do carro chega a empinar totalmente, e depois cai em cima do próprio alambrado, o que fez amortecer o impacto contra o solo, evitando possíveis fraturas nas pernas. Depois, a parte traseira bate no solo. A corrida ficou parada por cerca de uma hora para que os feridos pudessem ser removidos ao hospital.

Publicidade

Pilotos comentam

O acidente no GP de Macau gerou comentários de alguns pilotos nas redes sociais. Piloto da Ferrari a partir do ano que vem, o monegasco Charles Leclerc, disse que esperava receber boas noticias em breve, referindo-se aos feridos, mesmo comentário feito pelo espanhol Fernando Alonso. O brasileiro Felipe Massa disse que o acidente foi inacreditável. Já Jason Button afirmou que, olhando como foi o acidente, a impressão que deu é que as consequências poderiam ser bem piores.

Leia tudo e assista ao vídeo