Lucca Guilherme, de apenas seis anos de idade, filho único do ex-goleiro do Cruzeiro Elisson, sofreu um acidente doméstico no último final de semana, quando um armário caiu em sua cabeça. O garoto está internado em coma no Hospital Regional [VIDEO] de Betim, em Minas Gerais. O jogador chegou até mesmo a declarar para alguns amigos e veículos de comunicação que o filho havia tido morte cerebral, porém o menino reagiu aos estímulos médicos e, de acordo com o hospital, serão iniciados procedimentos para saber se houve ou não morte encefálica.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal PaixãoPorFutebol

De acordo com informações passadas por familiares, o garoto brincava com alguns primos na casa de parentes, na noite do último sábado (10), quando teria tentado subir em um armário para pegar refrigerante.

O móvel tombou em cima dele, acertando sua cabeça e provocando um traumatismo [VIDEO] e sangramento. Os exames realizados no hospital comprovaram Traumatismo Cranioencefálico (TCE) grave, que posteriormente evoluiu para uma piora no quadro neurológico.

O goleiro mandou mensagens para amigos e também disse em uma entrevista ao portal UOL que o filho havia tido morte cerebral, posteriormente, ele recebeu a informação dando conta que o filho havia reagido aos estímulos médicos. Ele teve ainda sangue irrigado do cérebro por meio de uma veia próxima à orelha.

Após receber a notícia, o jogador voltou às redes sociais para atualizar o estado de saúde do filho e pedir orações. “Meu filho Lucca está vivo", escreveu o jogador no Instagram. "Continuem clamando em nome de Jesus”, pediu. A esposa do atleta também pediu orações pelas redes sociais.

Família se preparava para emitir certidão de óbito

A rádio Itatiaia chegou a receber informações dando conta que os familiares já estavam preparando a emissão da certidão de óbito do menino, bem como ir atrás dos procedimentos para a doação de órgãos, quando acabaram surpreendidos pela boa notícia. “Foi um milagre de Deus”, falou uma pessoa ligada à família do atleta.

O drama dos ex-companheiro sensibilizou os jogadores do Cruzeiro, que antes do treino desta terça-feira (13), na Toca da Raposa, fizeram uma roda de oração. Alguns atletas chegaram até mesmo ir até o hospital onde o menino está internado para prestar solidariedade ao amigo.

Elisson foi revelado nas categorias de base do Cruzeiro e subiu ao time profissional em 2007. Entre um empréstimo e outro, esteve no grupo que conquistou os títulos de campeão brasileiro em 2013 e 2014. No segundo semestre deste ano acertou sua transferência para o Nacional para a disputa da Copa Paulista, onde esteve em campo em nove dos 13 jogos feitos pelo time da capital.