Ainda curtindo a vitória por 1 a 0 sobre o Nacional, do Uruguai, na noite da última quarta (31), o Fluminense se reapresentou na manhã desta sexta-feira (2) no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, e deu indícios de que escalará um time misto no clássico de sábado, às 17h (de Brasília), no Maracanã, diante do Vasco, na abertura da 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, já pensando o duelo de ida das semifinais da Copa Sul-Americana, na quarta que vem, a partir das 21h45 (de Brasília), na Arena da Baixada, em Curitiba, contra o Atlético-PR.

Publicidade
Publicidade

Do chamado time titular, o zagueiro Gum, em fase final de uma recuperação de uma entorse no joelho direito, o lateral-esquerdo Ayrton Lucas, os volantes Aírton e Richard, o meia Junior Sornoza e a dupla de ataque Everaldo e Luciano devem ser poupados. Por outro lado, o lateral-direito Léo, ausente há quatro jogos devido a um edema na coxa direita, trabalhou normalmente e será relacionado pelo técnico Marcelo Oliveira. Não se sabe, porém, se ele começará jogando ou ficará como opção no banco, com Jádson permanecendo improvisado na posição.

Segundo o zagueiro Digão, independente de quem for escalado, o Flu encara o Vasco com muita seriedade, especialmente porque o Tricolor permanece ameaçado pelo fantasma do rebaixamento.

"Viemos de um jogo muito forte, de muita intensidade. Mas se trata de um clássico. Acredito que ninguém queira fora. Eu não quero ficar fora. É um clássico, precisamos dos três pontos. Quem puder jogar, vai jogar", resumiu o defensor.

Recheados de dúvidas, o Fluminense irá a campo com Júlio César; Digão, Gum (Paulo Ricardo) e Ibañez; Jádson (Léo), Aírton (Dodi), Richard (Jádson), Sornoza (Daniel Simões) e Ayrton Lucas (Marlon); Everaldo (Matheus Alessandro) e Luciano (Júnior Dutra).

Publicidade

Trio paulista dirige clássico no Maracanã

Para dirigir o Fluminense e Vasco, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) definiu, por intermédio de sorteio em sua sede, um trio da Federação Paulista de Futebol.

O árbitro principal será Luís Flávio de Oliveira, que também pertence ao quadro da FIFA. Ele terá, como auxiliares, Danilo Ricardo Simon Manis e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa.

Somando 40 pontos, o Fluminense ocupa, no momento, o 10º lugar no Brasileirão.

Se vencer o clássico, pode subir uma posição e ficar muito perto do G-6, grupos dos que estarão na Taça Lbertadores de 2019. Em caso de derrota, corre o risco de despencar na tabela de classificação e aproximar-se perigosamente da zona de queda para a Série B.

Leia tudo