Na ensolarada manhã desta terça-feira, o Fluminense [VIDEO] realizou, no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, o seu treino de encerramento de preparação para o difícil confronto pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro na quarta, às 21h45 (de Brasília), no Allianz Parque, em São Paulo, diante do Palmeiras. Além de enfrentar o líder e virtual campeão, o Tricolor deverá ter mais um fato complicador na sua missão. Ainda sofrendo com dores, o zagueiro Gum e o lateral-direito Léo [VIDEO] permanecem sendo dúvidas.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Palmeiras

Gum sofreu um estiramento no joelho direito e, desde então, só atuou em duas partidas pela Copa Sul-Americana. Enquanto isso, Léo, depois de ficar de fora de quatro partidas por conta de um edema na coxa, chegou a entrar em campo no clássico contra o Vasco, no Maracanã, e o Atlético-PR, na Arena da baixada, mas voltou a reclamar de incômodo no local da antiga contusão e, no empate de 0 a 0 com o Sport do último domingo, foi novamente sacado.

Confirmado o veto de Gum, Paulo Ricardo segue como titular. Já em uma provável a ausência de Léo, como Gilberto permanece entregue ao departamento médico em tratamento de um edema ósseo e só deve retornar aos gramados no ano que vem, a vaga continuaria sendo preenchida por Igor Julião.

No início da tarde, a delegação embarcou para a capital paulista. Somando 40 pontos, o Fluminense ocupa o 10º lugar, mas, com a surpreendente vitória da Chapecoense sobre o Santos na noite de segunda (1 a 0, no Pacaembu), está a apenas três pontos da zona de rebaixamento e, por isso, vencer se torna quase uma obrigação na busca por tranquilidade, especialmente visando o jogo de volta das semifinais da Copa Sul-Americana no próximo dia 28, no Maracanã, contra o Atlético-PR.

Júnior Dutra espera quebrar jejum de gols no Fluminense

O duelo contra o Palmeiras será mais uma oportunidade para Júnior Dutra quebrar o jejum de gols no Fluminense.

Vindo como parte da ida de Douglas para o Corinthians no segundo semestre, o centroavante entrou em campo 12 vezes com a camisa tricolor e ainda não balançou as redes.

Nitidamente incomodado, o atacante confia que tem potencial para reverter a fase negativa e contribuir para um bom final de ano da agremiação das Laranjeiras.

"Depois dos treinos, ficamos treinando finalização. Futebol tem momentos. Já tive momentos em que não estava bem e a bola sobrava e eu fazia o gol. Agora eu tento, treino forte, busco minha oportunidade e ainda não chegou o gol, mas tem que ter paciência e nunca perder o foco e a confiança", resumiu Júnior Dutra, que, desde a sua chegada, só foi titular na derrota de 3 a 0 para o Santos e no empate de 0 a 0 com o Sport.