A derrota de 2 a 0 para o Internacional na noite deste domingo, em Porto Alegre, foi a gota d'água na paciência dos torcedores do Fluminense, que, através das redes sociais, vêm convocando a presença do maior número possível de tricolores em duas manifestações ao longo da semana, exigindo a saída do presidente Pedro Abad e do Flusócio, principal grupo da situação, considerados, pelos protestantes, como os responsáveis pela destruição e apequenamento do clube

O primeiro protesto, organizado pelo WhatsApp acontecerá na quinta.

Publicidade
Publicidade

A partir das 16h (de Brasília), haverá uma concentração no Largo do Machado, bairro da zona sul do Rio de Janeiro. Em seguida, os torcedores irão fazer uma caminhada até a sede das Laranjeiras, quando estará acontecendo uma reunião do Conselho Deliberativo.

Um dos integrantes desse movimento, o tricolor Fábio Braga dos Santos, morador do Méier, disse que a situação chegou a um ponto sem volta e a torcida precisa agir para modificar o quadro atual no Fluminense.

Torcida do Fluminense organiza protestos nas Laranjeiras (Foto: Globo.com)
Torcida do Fluminense organiza protestos nas Laranjeiras (Foto: Globo.com)

"Com esse pessoal, não tem diálogo. É impossível. Ou eles acabam com o Fluminense ou nós os tiramos de lá. O verdadeiro Fluminense vai voltar", disse Fábio, acrescentando a sua preferência para o futuro.

"Só temos Celso Barros (ex-presidente da Unimed, empresa médica e patrocinadora do clube entre 1999 a 2014), Mário Bittencourt e Ricardo Tenório (ex-vices de futebol)", finalizou

A outra manifestação, lançada no Facebook, está sendo comandada pelo Núcleo de Inteligência Tricolor e acontecerá no sábado, pela manhã, também na tradicional sede de Álvaro Chaves.

Publicidade

Recentemente, houve a aprovação para a abertura de um processo de impeachment de Pedro Abad. Para isso acontecer, é necessária a maioria absoluta em uma reunião do Conselho Deliberativo ainda sem data estabelecida.

Flu tenta uma vaga na final da Sul-Americana e permanência na elite do Brasileirão

Nesse clima turbulento, o Fluminense tem duas decisões nos próximos dias. Na quarta, às 21h45 (de Brasília), enfrenta, no Maracanã, o Atlético-PR com a necessidade de vencer por três ou mais gols de diferença para assegurar uma vaga na decisão da Copa Sul-Americana.

No domingo, a partir das 17h (de Brasília), em local indefinido, o compromisso é diante do América-MG e um empate livra o clube das Laranjeiras de mais um rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Em entrevista após o jogo contra o Internacional, o técnico Marcelo Oliveira não se deixa abater pela má fase e confia em algo maior para o Fluminense no encerramento de 2018.

"Temos que salvar o clube, classificar. Vamos ter que trabalhar forte nossa mentalidade, nosso jogo, trabalhar muito.

Publicidade

São duas finais. O que a gente tem que fazer agora é ganhar. Só posso entender de uma forma. Deus está preparando algo maior. Vamos preparar um clima para esse jogo de quarta e esse de domingo também", resumiu o comandante.

Leia tudo e assista ao vídeo