Depois de terminar o Campeonato Brasileiro na nona posição, uma acima da qual terminou na temporada passada, o Botafogo já começa a pensar em 2019. Quatro jogadores que estavam emprestados a outros times podem servir como opções ao técnico Zé Ricardo, que já havia, em certas ocasiões, demonstrado insatisfação pela quantidade de jogadores do clube que estavam jogando por outros times.

Um dos que irá voltar é o lateral Arnaldo, que jogou o último Brasileirão defendendo o Ceará.

Publicidade
Publicidade

O jogador começou a competição como titular, quando o Vozão ainda estava sendo dirigido pelo técnico Jorginho, mas após sofrer uma lesão, acabou perdendo espaço após Lisca assumir o comando do time pelo qual ele disputou 14 jogos, sendo apenas seis deles começando como titular. No Fogão disputará a vaga com Marcinho.

Também para a lateral volta o jovem Victor Lindenberg, de apenas 20 anos. No primeiro semestre ele jogou pelo Paysandu, onde atuou em oito partidas e fez um gol, e posteriormente foi para o Marcílio Dias, de Santa Catarina, onde também fez oito partidas e anotou um gol, ajudando o time a ser finalista da Série B catarinense.

O volante Fernandes, de 23 anos e que jogou o Campeonato Goiano e a Série B do Campeonato Brasileiro pelo Atlético Goianiense, é outro que também estará de volta. Pelo Dragão, ele disputou 33 jogos e anotou um gol. Seu contato com o clube carioca vai até o final do ano que vem e ainda será avaliado pela diretoria.

Por fim, o Leandro Carvalho é outro que retorna após jogar o Brasileirão pelo Ceará, mas diferente de Arnaldo, o jogador foi um dos destaques do Vozão na surpreendente recuperação no segundo turno, disputando 20 partidas, sendo 19 entrando como titular, e anotando cinco gols. Coma saída de Erik, ele é cotado para ser o titular na equipe de Zé Ricardo no próximo ano.

Publicidade

Emprestado ao Boavista

A volta de alguns jogadores que estão emprestados também significa que outros farão o caminho inverso. Um deles é o atacante Pachu. O jogador de 22 anos foi emprestado ao Boavista para a disputa do Campeonato Carioca e, inclusive, já se juntou aos novos companheiros para a viagem a Dubai, onde o time fará parte de sua pré-temporada.

Em 2016, o jogador tinha sido um dos grandes destaques do clube na conquista do Campeonato Brasileiro Sub 20 em 2016 e naquele mesmo ano ganhou suas primeiras oportunidades no time profissional dirigido por Jair Ventura.

Em 2017, após fazer seis partidas pelo clube foi emprestado ao Santa Cruz, mas não encontrou espaço. De volta ao time carioca, jogou apenas três vezes na atual temporada.

Leia tudo