Anúncio
Anúncio

Grande destaque do Palmeiras na conquista do Campeonato Brasileiro, que se encerrou neste domingo (2), o meia Dudu foi o vencedor da Bola de Ouro do tradicional prêmio Bola de Prata, que durante muitos anos foi oferecido pela revista Placar, mas agora está sob responsabilidade dos canais ESPN.

“É o sonho de todo jogador estar aqui, disputar o Brasileiro e de ganhar a Bola de Ouro”, disse o jogador palmeirense ao receber seu prêmio. A Bola de Prata, seleção dos melhores jogadores do torneio em cada posição, foi dominada por atletas do Palmeiras.

Antes do jogador palmeirense receber o prêmio de melhor atleta do Campeonato Brasileiro, foi premiada a seleção do campeonato. Além do melhor técnico e do melhor árbitro, foram homenagens o ex-jogador de basquete Wlamir Marques, o nadador César Cielo e a saltadora Maurren Maggi. Mbappé e Neymar também enviaram vídeos para falar sobre o Rei do Futebol, Pelé.

Anúncio

Seleção do Campeonato Brasileiro

Todo bom time começa por um bom goleiro. E essa máxima foi aplicada ao campeão Palmeiras, que teve Weverton eleito como melhor da competição. O melhor lateral-direito também é do campeão brasileiro: Mayke. A defesa é formada com um jogador de cada um dos times que completou o G4. Os melhores zagueiros foram Geromel (Grêmio) e Victor Cuesta (Internacional). A lateral-esquerda ficou com Renê, do Flamengo.

No meio de campo, mais jogador do Palmeiras, com Bruno Henrique ganhando a bola de melhor volante, junto com Rodrigo Dourado, do Internacional. Dudu, além do troféu de melhor jogador do campeonato, também foi um dos jogadores de meio-campo a receber a Bola de Prata, junto com Lucas Paquetá, do Flamengo, e Everton, do Grêmio.

Anúncio

Gabriel, do Santos, ganhou o prêmio de melhor atacante.

Luiz Felipe Scolari recebeu o troféu de Rubens Minelli. O o atacante Wescley, do Ceará, ganhou o prêmio de gol mais bonito, marcado no empate diante do Corinthians. Já Rafael Traci, da Federação do Paraná, foi eleito o melhor árbitro.

O Prêmio

O prêmio Bola de Prata foi criado em 1970 –antes mesmo da primeira edição do Campeonato Brasileiro nos moldes atuais, que só foi começar a ser disputado em 1971–, e premia os melhores jogadores do campeonato nacional em cada posição. Além disso, o melhor jogador do campeonato ainda ganha a Bola de Ouro. A partir de 2016, os direitos do prêmio passaram a ser da ESPN.

Durante todo o campeonato, jornalistas dão notas aos jogadores, que variam de 0 a 10.

Anúncio

Estatísticas técnicas também são avaliadas. Os jogadores com melhores médias em cada posição levam o Bola de Prata, e o jogador com maior média no campeonato leva a Bola de Ouro. Para concorrer, o jogador tem que ter feito no mínimo 17 partidas.