Anúncio
Anúncio

Artilheiro do último Campeonato Brasileiro pelo Santos, Gabriel Barbosa, o Gabigol, defenderá outro clube no ano que vem, mas poderá permanecer no futebol brasileiro. Segundo reportagem do Globo Esporte nesta quinta-feira (6), Corinthians e Flamengo estariam interessados na contratação do atacante de 22 anos.

De acordo com informações de bastidores, mesmo às vésperas das eleições para presidente, o Rubro-Negro teria uma ligeira vantagem pelo desejo de Gabriel de não atuar em um rival do Santos, como o Alvinegro de Parque São Jorge.

Ambos, porém, necessitarão convencer o jogador a mudar a ideia de retornar à Internazionale, de Milão, com quem possui vínculo, no próximo dia 07 de janeiro.

Paralelo ao desejo de Gabigol, Corinthians [VIDEO] e Flamengo [VIDEO] também precisam que a Inter de Milão, se não quiser contar com o atleta, modifique o planejamento de repassá-lo por empréstimo ou definitivamente a um clube da Europa.

Advertisement

Além das duas equipes de maior torcida do Brasil, Grêmio, Cruzeiro e Palmeiras também procuraram informações sobre a situação de Gabriel.

Título inédito na Seleção Olímpica contrasta com fracasso na Europa

Natural de São Bernardo do Campo, região do ABC Paulista, Gabriel Barbosa tem 22 anos e, observado em uma partida amistosa de futsal pelo São Paulo contra o Santos, foi levado por Zito para a Vila Belmiro em 2005. Oito anos depois, no dia 26 de maio, fez sua estreia oficial pelos profissionais do Peixe no empate de 0 a 0 diante do Flamengo no Mané Garrincha, em Brasília, partida que marcou a despedida de Neymar.

Ainda em 2013, em 21 de agosto, marcou o seu primeiro gol pela equipe principal na vitória de 1 a 0 sobre o Grêmio pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil. Na temporada seguinte, iniciou como titular e começou a ganhar status de ídolo da torcida ao marcar o gol de número 12 mil da história santista na vitória de 5 a 1 sobre o Botafogo-SP e outro na goleada, pelo mesmo placar, em cima do Corinthians.

Advertisement

Seu melhor momento na carreira, porém, veio, na temporada de 2016. Em agosto daquele ano, acertou sua transferência para a Internazionale. Um mês antes, fez parte do grupo dirigido por Rogério Micale, que, nos pênaltis, derrotou a Alemanha no Maracanã e conquistou a primeira medalha de ouro do futebol da Seleção Brasileira em uma Olimpíada.

Mesmo com o título inédito, Gabigol perdeu espaço na Inter e acabou sendo emprestado ao Benfica no ano seguinte. Voltou ao futebol italiano e, nesse ano, foi cedido, novamente por empréstimo, ao Santos.