Na noite desta quinta-feira (13), foram definidos, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), os confrontos das três primeiras fases da Copa do Brasil de 2019 e o Fluminense estreará no torneio, o segundo mais importante do futebol nacional, em Teresina, capital do Piauí, contra o River. Por estar melhor colocado no ranking de clubes, o Tricolor terá a vantagem do empate.

Caso avance para a segunda fase, o Flu atuará dentro de seus domínios, mas sem qualquer vantagem e terá, como adversário, o vencedor do duelo entre o Votuporanguense, de São Paulo, e o Ypiranga-RS, do Rio Grande do Sul.

Publicidade
Publicidade

Boavista X Figueirense, em Saquarema, Região dos Lagos do estado do Rio de Janeiro e Corumbaense X Luverdense, no Mato Grosso do Sul, são os outros confrontos da chave da equipe das Laranjeiras nessa etapa inicial da Copa do Brasil.

O Fluminense, no ano que vem, buscará pelo segundo título da história da competição. Em 2007, o Tricolor conquistou a Copa do Brasil sobre o Figueirense com um empate de 1 a 1 no Maracanã e uma vitória de 1 a 0 no Orlando Scarpelli. Naquelas ocasiões, Adriano Magrão marcou o gol dos cariocas no primeiro jogo e Roger balançou as redes dos catarinenses na partida decisiva.

Publicidade

Assim como há uma semana, Pedro Abad não comparece a reunião do Conselho Deliberativo

Paralelamente ao sorteio da Copa do Brasil, o Conselho Deliberativo do Fluminense se reunia na sede das Laranjeiras para delinear o planejamento do futebol para a próxima temporada, mas, alegando problemas particulares, o presidente Pedro Abad não esteve presente ao encontro. Além dele, faltaram o vice de futebol Fabiano Camargo e todos os representantes da Flusócio e dos Esportes Olímpicos, principais grupos de apoio da situação.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol Fluminense

Com a ausência do mandatário, o planejamento do futebol acabou sendo adiado e ainda não há prazo para ocorrer nova reunião, o que, segundo os conselheiros presentes, pode atrapalhar o futuro da equipe.

Não é a primeira vez que Pedro Abad se ausenta de uma reunião do Conselho Deliberativo. Há cerca de uma semana, sem apresentar motivos, ele também não compareceu na sede das Laranjeiras.

No próximo dia 20 de dezembro, às 20h (de Brasília), haverá nova assembleia.

Dentre outros assuntos, será votado o processo de impeachment do presidente Abad, atendendo a um pedido dos membros da oposição. Havendo sucesso, o mandatário será afastado e, em um prazo de 30 dias, acontecerão novas eleições presidenciais.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo