Dentro das suas limitações financeiras, o Fluminense segue observando o mercado em busca de reforços para a próxima temporada e, nesta quinta-feira (6), surgiram duas informações sobre possíveis contratações. De acordo com o portal Globo Esporte, o goleiro Simão, um dos responsáveis pelos título da Série C e, consequentemente, acesso do Operário-PR para a Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro, vem sendo monitorado por parte do departamento de Futebol do Tricolor das Laranjeiras.

Publicidade
Publicidade

O vínculo entre o arqueiro e o time do interior paranaense dura até outubro do ano que vem, mas, a partir de abril, já pode assinar um pré-contrato com qualquer outro clube sem a necessidade de pagamento da multa rescisória, estipulada em R$ 2,5 milhões. O presidente do Operário-PR, Álvaro Góes, disse que não fará objeção para a saída do atleta, mas espera lucrar com uma futura negociação.

"Simão é um excelente goleiro e não vejo problemas em liberá-lo para a Série A caso seja dentro das condições do Operário-PR.

Publicidade

Queremos ficar com 35% dos direitos econômicos. A multa dele é de R$ 2,5 milhões e podemos abrir mão de parte do valor. Mas queremos pelo menos R$ 1 milhão", explicou o dirigente.

Nos bastidores do clube carioca, há um certo otimismo quanto a um acerto, uma vez que a proposta do Fluminense seria um acordo de dois anos sem custos e o Operário-PR manteria parte dos direitos econômicos para lucrar em uma futura venda. O único empecilho é que o Tricolor deseja fechar o negócio sem qualquer ônus.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol PaixãoPorFutebol

De saída do Grêmio, Douglas foi procurado e também interessa ao Flu

Além de Simão, o Fluminense pode trazer um reforço para o meio. De acordo com Rodrigo Bueno, comentarista da Foz Sports, o apoiador Douglas, de 36 anos, não permanecerá no Grêmio na próxima temporada e já recebeu contato para defender o clube das Laranjeiras em 2019.

O Vasco, clube pelo qual Douglas atuou de 2014 a 2015, também procurou o atleta e demonstrou interesse no seu retorno, mas a proposta cruzmaltina de R$ 150 mil mensais e um ano de vínculo, não o agradou.

Simultaneamente a busca por reforços, o Fluminense tenta acertar com o novo treinador. Jair Ventura, Roger Machado, Gilson Kleina, todos sem clube, além de Dorival Júnior, que está de saída do Flamengo, são os favoritos da diretoria. Nomes como Ney Franco e dos uruguaios Jorge Fossati e Diego Aguirre também foram falados, mas, de forma oficial, não fazem parte dos planos da agremiação verde, branco e grená.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo