Pode custar mais caro ainda as agressões de pessoas ligadas ao Santa Cruz contra o trio de arbitragem que trabalhou na final do Campeonato Sub 20, ocorrido na última quinta-feira (29), na Arena Pernambuco, que terminou com vitória do Porto por 3 a 2.

Publicidade
Publicidade

Além de já ter sido excluído da próxima edição a competição estadual, a Coral ainda pode ser retirada da próxima edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Um pedido de punição ao clube foi protocolado na Federação Pernambucana de Futebol pela Associação Nacional dos Árbitros e pelo Sindicato dos Árbitros de Pernambuco, que pediram para que o Santa fosse excluído tanto do estadual quanto da Copinha.

O presidente da Federação Pernambucana, Evandro Carvalho, já infirmou que o clube está impedido de disputar o estadual sub 20 no próximo ano.

Agressões ocorreram após o jogo
Agressões ocorreram após o jogo

Ele também informou que os dirigentes envolvidos nas agressões serão banidos do futebol e que já entrou em contato com presidente da Federação Paulista, Reinaldo Carneiro Bastos, pedindo também que o clube não jogue a Copa São Paulo.

Na Copa São Paulo, o Santa Cruz está no grupo 31, com sede na capital, e além que conta também com o Nacional, o São Bento de Sorocaba e o Goiás. A estreia do clube está marcada para o dia 3 de janeiro, diante do Nacional, no estádio Nicolau Alayon.

Publicidade

As agressões

Santa Cruz e Porto decidiram na última quinta-feira (29), o título do Campeonato Pernambucano Sub 20. O primeiro gol do time do Porto foi muito questionado por parte do Santa Cruz. Ao final da partida, quando se caminhava para os vestiários, o árbitro Tiago Nascimento dos Santos, foi abordado por um grupo, segundo ele, "de torcedores e gente com o uniforme da comissão técnica".

Imagens do circuito de segurança da Arena Pernambuco registrou o árbitro segundo perseguido pelo grupo nos corredores do estádio.

Em dado momento ele leva um chute, depois escorrega e cai, batendo a cabeça no chão. Por conta disso, ele precisou levar cinco pontos no supercílio.

O árbitro relatou as agressões na súmula do jogo e ainda registrou boletim de ocorrência e fez exame de corpo de delito. A Federação informou que irá aumentar o policiamento na região onde ocorreram as agressões.

Santa Cruz emite nota

O Santa Cruz emitiu uma nota oficial, onde repudiou os atos de violência e disse ainda que irá apurar internamente os fatos e caso seja comprovado a participação de integrantes do clube nas agressões, eles serão imediatamente afastados.

Publicidade

“Não existe anuência para essas situações”, disse a nota.

Leia tudo