Sendo um dos times que mais contratou jogadores na pré-temporada, o Corinthians oferece ao técnico Fábio Carille um robusto elenco para as quatro competições que o time terá ao longo da temporada. A consequência disso é que nem todos tem o espaço que desejam na equipe a acabam optando por jogar em outros times. Na manhã deste domingo (24), houve a confirmação do destino de um dos jogadores alvinegros.

Como já vinha sendo especulado ao longo da semana, a diretoria do Timão acertou o empréstimo do zagueiro Léo Santos para o Fluminense, onde ficará até o final deste ano. Ele é esperado no Rio de Janeiro nos próximos dias para realizar exames médicos e assinar contrato contra a equipe das Laranjeiras.

Inscrito no Campeonato Paulista na lista B, aquela destinada a jogadores nascidos após 1998 e que tenham vínculo com o clube há pelo menos um ano, Léo Santos chegou a fazer alguns jogos no estadual, mas perdeu espaço principalmente após a chegada de Moisés.

Além do ex-cruzeirense, Fábio Carille ainda conta com Henrique, Marllon e Pedro Henrique.

O contrato do jogador com o Corinthians vai até o final de 2020 e a intenção da diretoria é colocá-lo para jogar em outro clube e assim poder negociá-lo com algum clube europeu. Por conta disso, no acordo com o Fluminense, deve constar uma cláusula que facilite sua liberação caso surja alguma equipe interessada.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Corinthians

Tabu de 28 anos

Depois de três jogos atuando em seus domínios, o Corinthians encara neste domingo (24), o Botafogo em Ribeirão Preto, onde deverá entrar com um time misto, uma vez que na quarta-feira (27), já tem jogo decisivo na Argentina contra o Racing, pela Copa Sul-Americana. E os jogadores que entrarem em campo no estádio Santa Cruz terão a responsabilidade de manter um tabu que já se arrasta por 28 anos.

A última vez que o alvinegro foi derrotado pela Pantera aconteceu em 14 de agosto de 1991, em jogo válido pelo Campeonato Paulista, quando foi batido pelo placar de 1 a 0. De lá pra cá, foram 23 jogos, incluindo duelos pelo Campeonato Brasileiro e a decisão do Paulistão de 2001, e o retrospecto é de 17 vitórias a favor do alvinegro e seis empates.

Jogadores ganharão oportunidades

Para este jogo, Carille trocou toda a defesa, com Michel, Marllon, Pedro Henrique e Carlos Augusto jogando como titulares.

No ataque, Boselli começará jogando como titular no lugar de Gustavo. Araos e Sérgio Díaz também ganharão oportunidade de iniciaram a partida.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo