As confusões durante a decisão da Taça Guanabara levaram a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) a, no início da noite desta segunda-feira, tomar uma atitude. Através de resolução, a entidade decidiu que, a partir de agora, em confrontos válidos por Campeonatos Cariocas, Vasco e Fluminense só se enfrentarão no Maracanã se ambos entrarem em acordo sobre a utilização do setor Sul, lado direito das arquibancadas do estádio. Caso contrário, os dois teriam que buscar uma alternativa.

Publicidade

O imbróglio começou na última quinta passada, logo após o Fluminense derrotar o Flamengo e se garantir na final da Taça Guanabara. Poucas horas depois do triunfo da agremiação das Laranjeiras, a Federação do Rio, sob a justificativa de ter havido um sorteio antes das semifinais, divulgou que o Vasco seria o mandante da decisão do torneio e, por conta disso, teria o direito de escolher o lado onde seria alocada a sua torcida. Citando o fator histórico de ter tido a prerrogativa adquirida por ter sido o campeão do primeiro estadual na Era Maracanã, em 1950, o Gigante da Colina escolheu o setor das arquibancadas que fica à direita das tribunas de honra e empresas de transmissões (Rádio e Televisão).

O Fluminense, porém, lembrou que esse lado, mediante a um contrato assinado em 2013, depois de o Maracanã passar por reforma e deixar de pertencer ao Governo do Estado do Rio e passar para a iniciativa privada, pertencia ao seu torcedor. Para manter esse direito, o Tricolor ingressou na Justiça e conseguiu êxito. Mesmo assim, o Vasco continuou negociando as entradas do setor Sul para o público cruzmaltino.

Confusão fora de campo e título vascaíno ao final dos noventa minutos

A confusão atingiu o seu ápice na madrugada de domingo, quando a desembargadora Lúcia Helena de Passos determinou que a decisão da Taça Guanabara fosse disputada de portões fechados.

Publicidade

A ordem judicial persistiu até aos 30 minutos do primeiro tempo, depois de acontecer um tumulto generalizado na parte externa do estádio e a mesma desembargadora revogar a sua decisão anterior.

Dentro de campo, a final da Taça Guanabara transcorreu sem grandes ocorrências e, com gol de Danilo Barcellos no segundo tempo, o Vasco derrotou o Fluminense por 1 a 0 e levantou o torneio pela 13º vez em sua história. Com o feito, a agremiação de São Januário já tem presença assegurada nas semifinais do Campeonato Carioca de 2019.