As confusões durante a decisão da Taça Guanabara levaram a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) a, no início da noite desta segunda-feira, tomar uma atitude. Através de resolução, a entidade decidiu que, a partir de agora, em confrontos válidos por Campeonatos Cariocas, Vasco e Fluminense só se enfrentarão no Maracanã se ambos entrarem em acordo sobre a utilização do setor Sul, lado direito das arquibancadas do estádio.

Publicidade
Publicidade

Caso contrário, os dois teriam que buscar uma alternativa.

O imbróglio começou na última quinta passada, logo após o Fluminense derrotar o Flamengo e se garantir na final da Taça Guanabara. Poucas horas depois do triunfo da agremiação das Laranjeiras, a Federação do Rio, sob a justificativa de ter havido um sorteio antes das semifinais, divulgou que o Vasco seria o mandante da decisão do torneio e, por conta disso, teria o direito de escolher o lado onde seria alocada a sua torcida.

Publicidade

Citando o fator histórico de ter tido a prerrogativa adquirida por ter sido o campeão do primeiro estadual na Era Maracanã, em 1950, o Gigante da Colina escolheu o setor das arquibancadas que fica à direita das tribunas de honra e empresas de transmissões (Rádio e Televisão).

O Fluminense, porém, lembrou que esse lado, mediante a um contrato assinado em 2013, depois de o Maracanã passar por reforma e deixar de pertencer ao Governo do Estado do Rio e passar para a iniciativa privada, pertencia ao seu torcedor.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol PaixãoPorFutebol

Para manter esse direito, o Tricolor ingressou na Justiça e conseguiu êxito. Mesmo assim, o Vasco continuou negociando as entradas do setor Sul para o público cruzmaltino.

Confusão fora de campo e título vascaíno ao final dos noventa minutos

A confusão atingiu o seu ápice na madrugada de domingo, quando a desembargadora Lúcia Helena de Passos determinou que a decisão da Taça Guanabara fosse disputada de portões fechados.

A ordem judicial persistiu até aos 30 minutos do primeiro tempo, depois de acontecer um tumulto generalizado na parte externa do estádio e a mesma desembargadora revogar a sua decisão anterior.

Dentro de campo, a final da Taça Guanabara transcorreu sem grandes ocorrências e, com gol de Danilo Barcellos no segundo tempo, o Vasco derrotou o Fluminense por 1 a 0 e levantou o torneio pela 13º vez em sua história.

Publicidade

Com o feito, a agremiação de São Januário já tem presença assegurada nas semifinais do Campeonato Carioca de 2019.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo