Novo incêndio atingiu o mundo do futebol, e mais uma vez o Futebol carioca, nesta tarde de segunda feira, dia 11. Depois do treino da manhã, os jogadores da equipe do Bangu descansavam no alojamento da Comissão de Desportos da Aeronáutica, o CDA, no Campo dos Afonsos, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Um quarto acabou pegando fogo durante o descanso dos atletas e acabou se espalhando rapidamente. Inicialmente, dois atletas foram encaminhados ao Hospital da Aeronáutica. Horas mais tarde, a assessoria do Bangu informaria que três jogadores acabaram sendo encaminhados ao hospital, no entanto a Aeronáutica desmentiu, avisando que apenas dois atletas estão em observação no hospital.

Publicidade

Apesar do incêndio ter sido bastante grave, os atletas estão estabilizados, e um deles deve ser liberado até a manhã desta terça-feira, dia 12. O outro atleta, no entanto, seguiu para o CTI, mas não foram constatadas queimaduras, apenas a preocupação é com possíveis inalações de fumaça.

Incêndio foi contido rapidamente, mas não impediu inalação de fumaça pelos atletas

Durando apenas 10 minutos, o incêndio rapidamente foi controlado pela equipe de bombeiros, que contou com a ajuda de outros três soldados da Aeronáutica.

Os jogadores não sofreram queimaduras, mas foram encaminhados ao hospital devido a possíveis inalações de fumaça tóxica exalada pelo incêndio.

Demais jogadores do elenco que estavam no local durante o incêndio também passaram por exames médicos, a fim de certificar possíveis problemas pulmonares. Constatada a segurança da situação dos atletas, todos acabaram eliminados, à exceção dos que foram encaminhados para o centro especializado.

Investigação em curso

A Aeronáutica investiga as possíveis causas do incêndio que seguem sendo investigadas.

Publicidade

A equipe da região realiza suas atividades normalmente no CDA, e sequer receberam qualquer notificação sobre má instalação de fios elétricos ou problemas estruturais.

O local ainda abriga o Centro Olímpico de Treinamento da Aeronáutica (COTA), além de abrigar atletas internacionais que realizam competições no estado do Rio de Janeiro. O incêndio ocorrido nas instalações do Bangu ocorre menos de uma semana depois da tragédia que vitimou garotos da base do Flamengo, no Ninho do Urubu. Instalados em uma estrutura temporária até condução para um centro moderno, as jovens promessas não resistiram às chamas que invadiram os contêineres improvisados.