O meia Ryan Matheus, de 15 anos, é um dos sobreviventes do incêndio que matou atletas no Ninho do Urubu, nesta sexta-feira (8). Acostumado a dormir no local, igual aos outros garotos, Ryan decidiu que iria para a casa da mãe, após descobrir que não teria treino no outro dia.

O jovem faz parte da categoria sub-15 e revelou em entrevista para a rádio CBN Amazônia que informou a sua mãe que iria voltar para casa, no dia anterior à tragédia, para dormir com ela.

Entretanto, Daniele, a mãe de Ryan, estava preocupada por ele ter que sair tarde do local e sugeriu que ficasse no alojamento. Ele contrariou o pedido dela, já que teria recebido a mensagem de que não haveria treino no outro dia.

Coração apertado

Ryan comentou que está vivendo uma tristeza muito grande por perder os seus amigos e companheiros de trabalho e sonhos. Ele comentou que já mandou várias mensagens, mas não consegue contato com ninguém.

"A ficha ainda não caiu", disse. Segundo o atleta, o convívio com os garotos era muito próximo. Eles iam treinar de manhã, almoçavam juntos, depois iam para a escola e, por fim, ficavam no alojamento à noite.

Muito emocionado e com lágrimas nos olhos, o garoto atribuiu que a tragédia teve essa dimensão por ter acontecido no período da noite. Segundo Ryan, a local está passando por reformas. O clube estaria trocando a mobília, instalando câmeras para no mês que vem eles mudarem para o local mais apropriado.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Flamengo

Susto

O atleta comentou na entrevista que acordou recebendo um monte de ligações perguntando se ele estava bem. Foi ai que se informou sobre a tragédia que aconteceu no Ninho do Urubu. Ryan afirma que acordou no susto e até agora não acredita no que aconteceu.

Após a entrevista, o meia publicou uma mensagem agradecendo a Deus por ter sobrevivido e prestou homenagens aos seus colegas que, infelizmente, acabaram morrendo.

A mãe de Ryan, Daniele, acredita em um "livramento de Deus" para seu filho. Em razão disso, ela apoia que ele continue a sua carreira e siga adiante com o seu sonho na carreira de jogador.

Daniele afirmou que estava muito abalada com tudo isso. Seu filho poderia ter sido uma vítima dessa tragédia, entretanto, ela comentou que Deus foi maravilhoso e proporcionou a eles esse livramento.

Ela disse que Deus vai continuar abençoando a carreira do filho e ressaltou a importância da confiança em Deus.

A mãe de Ryan lamentou, no entanto, pela morte dos coleguinhas de seu filho.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo