Visado o jogo decisivo do próximo domingo (21), contra o São Paulo, pela segunda final do Campeonato Paulista, o Corinthians entrou em campo com um time misto para encarar a Chapecoense nesta quarta-feira (17), na Arena Condá, pelo primeiro jogo da quarta fase da Copa do Brasil. Fazendo um primeiro tempo muito ruim, o alvinegro perdeu por 1 a 0, ficando em situação ruim na competição.

Os times voltam a se enfrentar já na próxima quarta-feira (24), quando os catarinenses jogam pelo empate. Já o alvinegro precisa derrotar o adversário por dois gols de diferença para avançar ou por um gol para levar a disputa para as penalidades.

Publicidade
Publicidade

Primeiro tempo só deu Chape

O primeiro tempo foi praticamente de um time só. Jogando diante de seu torcedor, a Chapecoense procurou se impor desde o início e dominou as ações nos primeiros minutos. No entanto, o goleiro Walter –substituindo o suspenso Cássio– foi trabalhar mesmo (e bem) aos 18 minutos, quando Eduardo fez ótima jogada ela direita, passou por Carlos Augusto e Sornoza, foi à linha de fundo e cruzou na cabeça de Everaldo, que cabeceou para o chão e o goleiro corintiano foi buscar.

Único gol da partida saiu no primeiro tempo. (Reprodução/TV Globo).
Único gol da partida saiu no primeiro tempo. (Reprodução/TV Globo).

O catarinense voltou a assustar aos 26 minutos em um chute de Everaldo, que foi para fora. E foi por conta dos pés de Everaldo que Walter voltou a trabalhar aos 32 minutos, quando o goleiro teve que se esticar todo para desviar um chute desferido pelo atacante da Chape. Mas na cobrança de escanteio acabou saindo o gol, quando a bola acabou sobrando na área para Aylon mandar para o fundo das redes.

Timão diferente da segunda etapa

No intervalo, o técnico Fábio Carille decidiu mexer na equipe colocando o atacante Clayson no lugar do volante Ramiro e sacando o meia Jadson para a entrada do volante Ralf.

Publicidade

A mexida do treinador deu resultado e o time mudou de postura, chegando pela primeira vez ao gol adversário aos 11 minutos, quando o goleiro Vagner se esticou todo para defender um chute de Sornoza, que desviou em Gum no meio do caminho.

Mas antes de quase conseguir o empate, o Timão levou um susto quando Gustavo Campanharo experimentou de fora da área e acertou o travessão do goleiro Walter, quase ampliando a vantagem dos catarinenses.

O Corinthians seguiu pressionado, criando boas oportunidades, mas os anfitriões, naquela altura já bem recuados, eram competentes na defesa e conseguiram segurar o resultado e levar a vantagem para São Paulo.

Escalações

Chapecoense: Vagner (Tiepo), Eduardo, Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Elicarlos (Amaral), Gustavo Campanharo e Régis (Augusto); Aylon e Everaldo. Técnico: Ney Franco.

Corinthians: Walter; Michel, Marllon, Henrique e Carlos Augusto; Richard, Ramiro (Clayson), Sornoza e Jadson (Ralf); Vanger Love e Boselli. Técnico: Fábio Carille.

Leia tudo e assista ao vídeo