O Corinthians está na iminência de perder um de seus jogadores mais decisivos na temporada. De acordo com informação publicada pelo jornalista italiano Gianluca Di Marzio, o Bologna está disposto a pagar 5 milhões de euros, cerca de R$ 22,4 milhões, pelo atacante Gustavo. No entanto, o Corinthians não gostou da oferta e quer mais.

De acordo com o site da ESPN Brasil, o time alvinegro só liberaria seu artilheiro mediante ao pagamento de 8 milhões de euros, que convertido chega a quase R$ 36 milhões.

Ainda não há informação se os italianos toparão essa contraproposta do clube paulista. O presidente Andrés Sánchez foi questionado e disse que não tem conhecimento da proposta dos italianos.

O contrato do atacante com o clube é válido até o fim do ano que vem e o alvinegro possui 45% de seus direitos econômicos. O restante é dividido entre o Criciúma (35%) e o Taboão da Serra, time da Grande São Paulo, que detém os demais 20%.

Antes da parada para a Copa América, o jogador foi alvo de sondagens do futebol do exterior, a mais forte delas vinda do Ajax, da Holanda.

No ano passado, segundo revelou o ex-jogador Jardel, Gustagol ficou perto de um acerto com o Porto, de Portugal.

Depois de uma primeira passagem onde não conseguiu se firmar, Gustavo voltou do Fortaleza com faro de gol apurado e se tornou um dos principais jogadores no começo do ano, marcando dez gols e três assistências em 28 partidas. No entanto, ele também conviveu com algumas lesões, que aliadas à chegada de Boselli e Vagner Love, o fizeram poder espaço no time e agora ele passou a ser apenas opção de banco de reservas.

Na última terça-feira (13), o diretor Duílio Monteiro Alves havia dito que o clube ainda corria o risco de perder atletas na atual janela de transferência europeia, mas que ainda não havia recebido nenhuma proposta oficial por nenhum jogador.

A atual janela de transferência o único jogador a sair foi o zagueiro Henrique, que estava na reserva e se transferiu sem custos para o Al-Ittihad Kalba, dos Emirados Árabes Unidos, gerando assim uma economia de 7 milhões de reais aos cofres do clube até o fim do ano que vem.

Clube já inicia planejamento para 2020

Apesar de ainda ter muita temporada pela frente, a diretoria do Corinthians já iniciou seu planejamento para 2020. No momento, é feito um trabalho de observação, buscando identificar deficiências no elenco e observando jogadores que possam ser contratados após o fim da temporada.

“Estamos numa fase de observação, que não para nunca”, disse o diretor Duílio Monteiro Alves. Ele disse ainda que para evitar o zum-zum-zum toma cuidados para não fazer investidas no meio do campeonato. Par ao ano que vem a ideia é investir menos em quantidade e mais em qualidade.

Siga a página Corinthians
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!