O ex jogador do Atlético de Madrid, de 34 anos, foi apresentado nessa sexta-feira (09) no seu novo clube, junto com o diretor-executivo Raí, o superintendente de relações institucionais, Diego Lugano e Alexandre Pássaro, gerente de Futebol.

Juanfran irá vestir a camisa número 20 e deu sua versão em escolher o time do Morumbi: “Fiquei muitos anos na Europa, conquistei tudo que podia, só faltou a Champions, que conquistei dois vices. Fui campeão com a seleção, que é algo grande. Quando surgiu a oportunidade do São Paulo, não pensei um minuto.

Para mim, é o melhor das Américas”.

O jogador fez elogios ao futebol brasileiro, comparando-o com o europeu. Disse que os times sul-americanos hoje já podem competir com os times do velho continente.

Juanfran também comentou a respeito de Raí e disse que o viu jogar no Paris Saint Germain: " — Desde pequeno eu via o Raí jogar no PSG, a história de que ganharam do Barcelona no Intercontinental".

Sonho

O lateral espanhol falou do seu sonho em jogar em um outro país e agradeceu o time do Morumbi por ter dado essa oportunidade. Disse querer ser não só um exemplo de jogador para as crianças brasileiras, mas sim exemplo de pessoa.

Por que o São Paulo?

Juanfran escolheu o São Paulo FC e o Brasil a ganhar altos salários nos Estados Unidos e Catar. Essa foi a escolha do lateral espanhol Juanfran ao assinar com o clube brasileiro até o final de 2020. Não foi por falta de mercado, já que o time norte-americano Chicago Fire e clubes do Catar ofereceram salários bem maiores do que ele ganhará por aqui.

De acordo com o UOL, mm dos motivos para que Juanfran escolhesse o São Paulo seria a oportunidade de jogar torneios da América do Sul (como a Libertadores, por exemplo) mesmo com o jogador acostumado a competir nas maiores ligas de futebol do planeta.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Futebol PaixãoPorFutebol

Se ele optasse pelo país da América do Norte ou do asiático, o campeonato que disputaria não teria o mesmo equilíbrio e emoção. Um outro fator que o ajudou a optar pelo clube do Morumbi, foi o superintendente de futebol do São Paulo, o uruguaio e ídolo tricolor Diego Lugano. Com uma ajuda do conterrâneo e zagueiro que atua no campeonato espanhol, Diego Godín, que aproximou ambos os lados e fez com que o ex zagueiro são paulino apresentasse a Juanfran o projeto tricolor, mostrando os pontos positivos de sua transferência para o Brasil.

Outro fator importantíssimo nessa união foi a contratação do lateral da seleção brasileira Daniel Alves, mostrando que o investimento pesado era uma clara demonstração de montagem de um elenco forte para disputa de títulos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo