De acordo com a declaração da prisão do goleiro Jean, uma espécie de boletim de ocorrência nos Estados Unidos a qual o portal GloboEsporte.com teve acesso, a esposa do jogador, Milena Bemfica, levou pelo menos oito socos. Ainda de acordo com a declaração, ele foi algemado pelos policiais e levado para uma penitenciária no Condato de Orange.

O documento relata em detalhes o caso que aconteceu em um quarto de hotel, na Flórida, onde estão hospedados. De acordo com seu conteúdo, Jean e Milena iniciaram uma discussão durante a madrugada desta quarta-feira (18).

A Mulher teria tentado acalmar o jogador e os dois foram até o banheiro, onde a discussão seguiu.

Em dado momento, uma das filhas de Milena quis ir para a cama. A mulher conta na declaração que Jean a seguiu e lhe puxou para a cama. Ele subiu em cima da mulher e lhe desferiu três socos no rosto da mulher. Ainda de acordo com seu relato, Jean a puxou pelos cabelos até o banheiro, onde lhe deu mais cinco socos.

As partes em que Jean dá seu relato aos policiais está escondida com uma tarja preta por se tratarem de informações consideradas confidenciais.

Por entender que Milena agiu em legítima defesa, o policial que atendeu a ocorrência não apresentou queixa contra a mulher.

Na declaração, o policial que atendeu a ocorrência narra que foi chamado ao hotel às 4h35 para atender a um caso de violência doméstica. Ele foi levado por um segurança do hotel até o local onde o casal veio à porta.

Ele notou que Milena estava com hematomas abaixo dos olhos e que Jean tinha um hematoma na testa.

O policial diz que tentou conversar com os dois, mas como o jogador não estava colaborando e por isso precisou algemá-lo. Foi ouvido o relato dos dois e Milena afirmou que não queria processar o jogador.

Jean segue preso e o valor da fiança para casos como este varia entre 1,5 mil dólares (algo em torno de de 6 mil reais) a 5 mil dólares (cerca de R$ 20 mil reais). Uma vez paga a fiança, ele poderá voltar ao Brasil e continuar sendo defendido por um advogado nos Estados Unidos por meio de procuração.

São Paulo rescindirá contrato

O São Paulo decidiu rescindir o contrato com o goleiro Jean, que era válido até o final de 2022. O jogador foi preso na manhã desta quarta-feira (18), em Orlando, nos Estados Unidos, sob a acusação de violência doméstica. Horas antes Milena Bemfica, esposa do atleta, publicou um vídeo nas redes sociais relatando as agressões sofridas e mostrando os machucados em seu rosto.

Os advogados do Tricolor agora buscam achar uma maneira de quebrar o contrato por justa causa. Os dirigentes entenderam que a conduta do jogador feriu os valores do clube. Uma nota de repúdio também deve ser emitida.

Não perca a nossa página no Facebook!