A falta de respeito entre torcidas rivais está cada dia maior. Uma senhora de 86 anos, torcedora-símbolo do Cruzeiro, foi agredida a pauladas por torcedores do Atlético Mineiro.

Maria Salomé da Silva, a Dona Salomé, teve de ser levada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na noite de terça-feira (3), depois de ser agredida pelos atleticanos.

A agressão aconteceu no fim da partida de vôlei em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, onde a Raposa estava disputando o Mundial de Clubes Masculino.

Segundo informações da ocorrência, alguns membros da torcida organizada do Atlético Mineiro chegaram em três carros, pararam na porta do estádio Poliesportivo de Betim e agrediram duas torcedoras do Cruzeiro a pauladas.

Além de Salomé, uma jovem de apenas 15 anos também foi agredida e chegou a desmaiar e convulsionar. Já dona Salomé apenas sentiu dores pelo corpo.

Segundo a UPA que recebeu as duas torcedoras, Salomé já recebeu alta, mas a jovem segue em observação.

Cruzeiro reforçou segurança

Depois do acontecido, o Cruzeiro usou sua conta no Twitter para divulgar um vídeo de Dona Salomé trabalhando na sede do time.

A torcedora-símbolo garantiu que vai continuar indo aos jogos do time do coração, e o Cruzeiro afirmou que vai reforçar a segurança.

Na publicação, o Cruzeiro diz que repudia qualquer ação de violência e lamenta muito a agressão sofrida pelas torcedoras.

Ainda disseram que a segurança no entorno do estádio será reforçada.

Torcedor foi agredido e expulso do estádio

Ainda essa semana, no jogo de domingo (1°) do Palmeiras contra o Flamengo, que teve torcida única do Palmeiras, um torcedor foi agredido e expulso do estádio.

O ex-jogador Diego Lima nunca havia ido ao Allianz Parque.

Na primeira vez que foi ver um jogo do time do coração, Palmeiras, teve uma péssima experiência.

Diego e um amigo foram expulsos por torcedores no intervalo do jogo, tudo porque não estavam usando a camisa do Verdão.

Os torcedores começaram a dizer que eles eram flamenguistas infiltrados, cuspiram, chutaram e foram expulsos, os dois tiveram de se esconder para não serem linchados.

O ex-jogador, Diego Lima contou que nunca havia passado por uma situação tão humilhante em toda sua vida. Ele disse que teve uma história no Futebol e passou por vários estádios, mas sair de um expulso e humilhado da maneira que foi no jogo Palmeiras e Flamengo, foi muito triste.

No jogo de domingo apenas os torcedores palmeirenses puderam entrar no estádio para assistir. A medida foi tomada pela CBF, depois de relatórios da polícia indicarem que poderia haver um confronto entre as torcidas organizadas do Palmeiras e do Flamengo.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Palmeiras
Seguir
Siga a página Flamengo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!