Vasco e Bangu entraram em campo na tarde deste domingo (19), para a estreia das duas equipes na Taça Guanabara, equivalente ao primeiro turno do Campeonato Carioca. Em jogo ruim, as equipes ficaram no 0 a 0.

O próximo compromisso do Vasco na Taça Guanabara será na próxima quarta-feira (22), às 22h, diante do Flamengo no Maracanã. Já o Bangu enfrenta o visita o Resende na quinta-feira (23), às 16h, no Estádio do Trabalhador.

Pikachu é o destaque do Vasco na primeira etapa

O primeiro tempo começou, se desenrolou e terminou como todos já previam: morno.

As duas equipes não conseguiram dar ritmo a partida. O Bangu, pela visível deficiência técnica de seus jogadores. O Vasco, pela visível falta de ritmo e de preparação física neste início de temporada. Enquanto o cruzmaltino iniciou sua pré-temporada a nove dias, o Bangu já trabalha desde o mês de dezembro, devido a falta de calendário no segundo semestre.

O Vasco tentou iniciar o jogo [VIDEO] pressionando o adversário, mas a falta de adaptação ao novo esquema de jogo e às ideias de Abel Braga, recém-contratado, impediram que o time criasse boas jogadas.

O Bangu veio a São Januário com dois objetivos claros: marcar forte e sair rapidamente no contra-ataque. Conseguiu apenas o primeiro.

Faltou organização ao time de moça bonita na organização dos contra-ataques, que terminaram quase sempre com o Vasco recuperando a bola.

Yago Pikachu foi o grande nome do cruzmaltino na primeira etapa, com bons cruzamentos e jogadas ofensivas pelo lado direito, quase sempre procurando Gérman Cano dentro da área.

O centroavante, grande atração desta tarde, se movimentou bem e disputou bolas na área, mas não teve oportunidade de levar perigo ao gol de Matheus Inácio.

O Vasco poderia ter saído na frente [VIDEO] logo aos dois minutos de jogo, mas o árbitro preferiu não marcar pênalti em um lance claro de mão dentro da área de Jairinho.

Vasco foi melhor no segundo tempo

Se no primeiro tempo o destaque vascaíno foi Yago Pikachu, a segunda etapa foi toda do estreante Gérman Cano.

Mesmo não balançando as redes, o número 14 levou muito perigo ao gol do Bangu.

O melhor lance de ataque do Vasco no jogo aconteceu aos 26 minutos da segunda etapa, quando Yago Pikachu cobrou escanteio pela esquerda e Werley subiu mais que todo mundo para completar de cabeça, obrigando o goleiro Matheus Inácio a operar um verdadeiro milagre em São Januário.

Aos 33, Matheus Inácio sentiu a perna após jogada com Gérman Cano na área e teve que ser substituído. Luciano entrou na meta do Bangu.

Se no primeiro tempo o time de Moça Bonita conseguia pelo menos fazer uma marcação eficiente, no segundo tempo, nem isso.

O Vasco teve total tranquilidade para chegar [VIDEO] ao gol de Matheus Inácio (Luciano), mas pecou demais na hora de finalizar.

As alterações de Abel Braga movimentaram o jogo. Tiago Reis entrou no lugar de Gabriel Pec para dar muito mais profundidade e ofensividade ao Vasco, que sofria na armação das jogadas.

Com o empate, o Vasco ocupa a 3° colocação do grupo B e o Bangu divide a liderança no grupo A. Cabofriense x Fluminense fecham a primeira rodada da Taça Guanabara na noite deste domingo (19).

Vasco x Bangu

Local: Estádio de São Januário, Rio de Janeiro-RJ

Arbitragem: Bruno Arleu de Araújo, auxiliado por Lilian da Silva e Andréa Izaura Mafra

Vasco: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Leandro Castán, Werley e Henrique; Bruno Gomes, Raul (Marcos Júnior) e Gabriel Pec (Tiago Reis); Talles Magno, Marrony (Lucas Santos) e Gérman Cano.

Bangu: Matheus Inácio (Luciano); Raul, Michel, Rodrigo Lobão e Sindey; Dieyson, Juliano e Rodrigo Yuri (Alex Chander); Thompson, Robinho e Jairinho (Rocha).

Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!