Nesta sexta-feira (14), a Uefa comunicou que o Manchester City foi banido por duas temporadas da Champions League. O clube também foi multado em cerca de 30 milhões de euros, equivalente a R$ 140,2 milhões. A polêmica ganhou as páginas de todos os jornais esportivos pelo mundo.

A razão foi esclarecida pela Uefa (União das Federações Europeias de Futebol), que afirma que o clube descumpriu e fraudou regras do fair play financeiro da entidade. As irregularidades foram descobertas pela revista Der Spiegel, em 2018.

A punição já vai começar a valer em 2020-2021, ou seja, o Manchester City continua esse ano na disputa. Em um comunicado, o clube disse estar desapontado, mas que não é uma surpresa. Eles dizem que a Uefa premeditou os resultados. O Manchester vai agora recorrer a CAS, em busca de um julgamento imparcial.

Manchester City vai recorrer a CAS

Segundo o clube, Yves Leterme, que comanda a investigação, premeditou o julgamento. Mas em janeiro do ano passado Leterme avisou que o Manchester City poderia ser punido.

Agora, o clube vai recorrer a CAS, em busca de um julgamento imparcial. A Uefa alega que a fais play financeira foi fraudada e descumprida.

Manchester City gastou mais de 3 bilhões

A punição do Manchester City não veio por algo feito agora, mas sim por gastos feitos entre 2012 e 2016, quando o clube gastou em reforços cerca de 673,745 milhões de euros, que equivalem a cerca de 3,146 bilhões de reais.

Mas afinal, quem foram os jogadores contratados pelo Manchester nessa janela de gastos?

2012

  • Javi García
  • Matija Nastasic
  • Jack Rodwell
  • Scott Sinclair
  • Maicon
  • Costel Pnatilimon
  • David Pizarro
  • Richard Wright

Juntos somaram cerca de 65,25 milhões de euros

2013

  • Fernandinho
  • Stevan Jovetic
  • Álvaro Negredo
  • Jesús Navas
  • Martín Demichelis

Juntos somaram um total de 116 milhões de euros

2014

  • Eliaquim Mangala
  • Fernando
  • Willy Caballero
  • Bruno Zuculini
  • Bacary Sagna
  • Frank Lampard

Juntos eles somaram na época 70,5 milhões de euros

2015

  • Kevin De Bruyne
  • Nicolás Otamendi
  • Raheem Sterling
  • Wilfried Bony
  • Fabian Delph
  • Patrick Roberts
  • Enes Ünal
  • Florian Lejeune
  • Rubén Sobrino
  • Luke Brattan

Juntos custaram cerca de 240,175 milhões de euros

2016

  • John Stones
  • Leroy Sané
  • Ilkay Gündogan
  • Claudio Bravo
  • Nolito
  • Marlos Moreno
  • Gerónimo Rulli
  • Oleksandr Zinchenko
  • Anthony Cáceres
  • Pablo Marí
  • Aaron Mooy

Juntos foram um total de 181,82 milhões de euros

Agora, o Manchester City vai tentar recorrer da decisão da Uefa (União das Federações Europeias de Futebol) na CAS, mas nada garante que eles consigam reverter a decisão, tendo em vista que é uma acusação grave.

O clube segue afirmando que a decisão da Uefa foi premeditada.

Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!