Paralisada quando restava apenas uma rodada para o encerramento de sua primeira fase, por conta do novo coronavírus, a Copa do Nordeste pode ter sua fase final disputada em sede única e no intervalo de dez dias. Essa é a ideia que a Liga do Nordeste irá enviar à CBF para que o torneio chegue a seu final e se conheça o campeão dentro de campo. O vencedor da competição assegura vaga diretamente na fase de oitavas de final da Copa do Brasil do ano seguinte.

A ideia, de acordo com o presidente da Liga, Eduardo Rocha, é fazer todos os jogos restantes em uma única cidade e assim diminuir os riscos e os desgastes provocados pelo deslocamento das delegações, além de uma questão de custos.

Haveria um espaçamento de dois dias entre os jogos. A iniciativa também aliviaria o calendário dos times, que será muito apertado assim que a bola parar de rolar.

Por possuir estádios e centros de treinamento em condições de receber os jogos e as equipes, Recife deve ser a sede escolhida. Dessa forma, Arena Pernambuco, Ilha do Retiro, Aflitos e Arruda receberiam as partidas. “Isso nos permite até fazermos quatro jogos simultaneamente”, disse Eduardo Rocha. Resta apenas saber como será a última rodada classificatória, uma vez que serão estão previstas a realização de oito partidas.

A ideia ainda será proposta aos clubes em reunião que deverá acontecer nos próximos dias. “A nossa proposta será essa.

Até para evitar muitos deslocamentos”, disse.

Jogos com portões fechados

Sobre a questão dos times pernambucanos terem vantagem de estarem jogando em casa, Rocha diz que o fato das partidas em um primeiro momento serem autorizadas a serem disputadas apenas com portões fechados, ou seja, sem a presença de torcedores, tornará isso quase que irrelevante.

Para ele, os jogos sem torcedores fariam com que os clubes diminuíssem a resistência de aceitarem a proposta.

“Não faz diferença, porque é tudo estádio de Futebol”, falou o dirigente. No entanto, se jogos com público forem liberados, ai o torneio volta ao formato original, com todo mundo jogando em casa.

Competição vai continuar

Eduardo Rocha descartou qualquer possibilidade da competição ser cancelada e garantiu que a Copa do Nordeste, a qual disse que é muito rentável para os times, seguirá até o final. “Não tem o menor sentido se falar em não ter conclusão da Copa do Nordeste. Vamos concluir sim”, assegurou.

Além da rodada final da primeira fase, a competição prevê ainda os jogos das quartas de final e semifinal em partida única, além da decisão ser disputada em duelos de ida e volta. Isso totaliza cinco datas e faz com que o campeonato seja concluído em dez dias com jogos a cada 48 horas.

Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!