Depois de viajar 2.500 quilômetros de carro para passar o resto da quarentena ao lado da família em Minas Gerais, o treinador do Paysandu, Hélio dos Anjos, mostrou sua preocupação com o crescente número de casos da Covid-19 em Belém do Pará.

Acompanhando diariamente as notíciais sobre o avanço da doença no estado onde trabalha, o treinador comentou que acha preocupante essa situação, mas crê que brevemente a situação vai passar e ele poderá retornar ao convívio com a torcedores, funcionários, atletas e comissão técnica. Para ele, o mais difícil tem sido se afastar do ambiente de trabalho onde se sente bem.

Para poder ficar ao lado da família, treinador optou pelo translado de Belém para Minas Gerais por via terrestre para evitar problemas com as conexões de voos no aeroporto.

Aos 62 anos, o técnico do Papão da Curuzu está em isolamento social, apenas ao lado da esposa, desde que chegou em Minas Gerais. O treinador aproveitou a oportunidade para comentar que a medida é bastante necessária para conter o avanço do coronavírus, pedindo que os paraenses sigam as orientações das autoridades.

Mesmo com o momento complicado, o técnico tentou passar uma mensagem positiva para os torcedores do Paysandu e demais paraenses, reforçando a necessidade de cuidar do corpo e da mente, fazendo atividades físicas e pensando em coisas positivas.

Campeonato Paraense

Antes da parada do Campeonato Paraense pela pandemia de coronavírus, o Paysandu liderava a primeira fase com 19 pontos, dois à mais que o Clube do Remo, faltando apenas duas rodadas para a definição dos confrontos da fase eliminatória.

Com o rápido avanço do coronavírus em território paraense, a Federação Paraense de Futebol (FPF), entidade que organiza o campeonato, segue sem ter uma definição sobre a continuidade do torneio.

O Paysandu e outros sete clubes paraenses --exceto o Clube do Remo e Bragantino-- já chegaram a defender o encerramento prematuro do campeonato. A pausa no campeonato tem causado dificuldades financeiras principalmente para os clubes menores.

Coronavírus no Pará

De acordo com o último boletim divulgado pelo Governo do Pará nesta segunda-feira, 4, o estado possui 4.262 casos de Covid-19 [VIDEO], 344 óbitos, 2.199 pacientes recuperados 399 casos em análise e 2.382 descartados.

A capital Belém segue sendo o epicentro do vírus no estado com o registro de 2.574 casos confirmados da doença e 181 óbitos.

O Pará teve um crescimento exponencial do número de casos da doença, especialmente em Belém, onde, segundo o prefeito Zenaldo Coutinho, já existe uma tendência pela adoção do lockdown, que impõe medidas mais severas de isolamento para evitar a propagação do vírus.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!