O Fluminense está de volta ao G-4 do Campeonato Brasileiro. Jogando no Maracanã, o Tricolor retornou ao bloco daqueles que, em 2021, estariam na Taça Libertadores da América após derrotar, na noite deste sábado, o Athletico-PR por 3 a 1 pela 24ª rodada do principal certame do futebol nacional.

Os três pontos conquistados foram a "cereja do bolo" dos dez anos da conquista do terceiro título de Brasileiro da história do Fluminense, celebrados neste sábado, 5 de dezembro. Naquela tarde, o então grupo dirigido por Muricy Ramalho, com um gol do atacante Emerson Sheik, a equipe verde, branco e grená assegurava a taça ao derrotar, pela última rodada do certame de 2010, o Guarani por 1 a 0.

Com o resultado, a agremiação das Laranjeiras chegou aos 39 pontos, ultrapassando Santos e Palmeiras, que empataram em 2 a 2 na Vila Belmiro, para assumir o quarto lugar na classificação da Série A. A próxima rodada será no domingo dia 13 de dezembro, às 20h30 (de Brasília), no estádio São Januário.

Enquanto isso do outro lado, o Furacão diante de mais esse revés permanece nos 28 pontos e, atualmente, está na 12ª posição. No sábado que vem, a partir das 17 horas (de Brasilia), o Rubro-Negro Paranaense recebe na Arena da Baixada o Atlético-MG.

Expulsão e atuação segura resumem vitória no Rio

Foi um jogo com amplo domínio do Fluminense, mas o Athletico-PR, que durante os 90 minutos pouco ameaçou a meta defendida por Marcos Felipe, abriu o placar logo em seu primeiro ataque.

Aos nove minutos, Léo Cittadini recebeu dentro da área e, com uma conclusão certeira, estufou as redes

O empate só não saiu três minutos depois porque Santos defendeu o pênalti cobrado por Nenê. Aos 17, porém, o próprio camisa 77, aproveitando boa jogada de Michel Araújo e assistência de Marcos Paulo, redimiu-se do erro e igualou a partida.

Se já estava difícil para os paranaenses, ficou ainda mais complicado após Thiago Heleno cometer falta em Michel Araujo e, por já ter recebido o cartão amarelo, acabou sendo expulso ainda no primeiro tempo.

Diante de um rival inoperante em campo, a pressão dos cariocas na etapa final foi grande. A vitória parecia questão de tempo , o acabou ocorrendo em dois belos gols, quase em sequência, de Marcos Paulo.

No primeiro, ele chutou sem ângulo e surpreendeu Santos. No segundo, deu um drible seco em Walter, que havia vindo do banco, e rolou no canto, fechando o placar no Maracanã.

Fluminense 3x1 Athletico-PR

24ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

LOCAL DO JOGO: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

ÁRBITRO: Ramon Abatti Abel (SC)

AUXILIARES:, auxiliado por Kleber Lucio Gil (Fifa/SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)

CARTÕES

AMARELOS: Matheus Ferraz, Hudson, Egídio, Felippe Cardoso (FLUMINENSE), Thiago Heleno, Wellington e Richard (CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE)

VERMELHO: Thiago Heleno (CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE)

GOLS DO JOGO:

- Léo Cittadini, (9'/1T), Nenê (25'/1T), Marcos Paulo (27' e 29'/2T).

Fluminense: Marcos Felipe, Calegari, Matheus Ferraz, Luccas Claro e Egídio; Hudson (André), Martinelli, Michel Araújo (Ganso) e Nenê (Luiz Henrique); Wellington Silva (Felippe Cardoso) e Marcos Paulo (Miguel).

Técnico: Odair Hellmann

Athlético-PR: Santos; Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Wellington (Zé Ivaldo), Richard e Léo Cittadini; Nikão (Walter), Carlos Eduardo (Alvarado) e Renato Kayzer (Canesin).

Técnico: Paulo Autuori

Siga a página Fluminense
Seguir
Siga a página Brasileirão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!